Política

Política nacional de enfrentamento à violência contra a mulher se torna curso de extensão no Amapá

Durante 10 meses, cerca de 240 professores da rede pública de ensino deverão participar de uma capacitação a fim de sensibilizá-los sobre as relações sociais de gênero e suas implicações no enfrentamento à violência contra as mulheres.

Compartilhe:

A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM/SEGOV) e a Universidade Federal do Amapá deram início ao curso de extensão universitária, com o tema: “Violência Contra a Mulher: Táticas e Processos de Transformação”.

Durante 10 meses, cerca de 240 professores da rede pública de ensino deverão participar de uma capacitação a fim de sensibilizá-los sobre as relações sociais de gênero e suas implicações no enfrentamento à violência contra as mulheres.

O projeto é parte de uma política nacional da Secretaria de Políticas para as Mulheres. Por considerarem a escola como um dos espaços democráticos da sociedade, os coordenadores optaram por envolver professores, para que tenham um arcabouço teórico e possam difundir entre crianças e adolescentes de que forma as mulheres podem proteger-se e denunciar as mais diversas violências sofridas no âmbito social.

Aula inaugural
Na aula inaugural, realizada na noite de sexta-feira, a secretária de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes, reforçou a importância da educação no processo de prevenção à violência contra a mulher.“ Estamos começando aqui no Amapá, aproveitando o pioneirismo no projeto de extensão universitária, mas estamos trabalhando junto ao MEC, por meio da Rede Brasil Mulher, para levar a iniciativa a todo o país”, disse.

Logo após a abertura, a professora da Universidade Federal do Pará, Zélia Amadeu, proferiu a aula magna abordando a violência do racismo e o impacto na saúde das mulheres negras. O encontro contou ainda com a presença da reitora da UFAP, Eliane Superti.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *