Política

Promotor Moisés é Clécio no segundo turno

Ex candidato a prefeito pelo PEN condicionou apoio ao atual gestor à criação da Escola de Educação Integral de Macapá e conclusão das obras do Hospital Metropolitano.

Compartilhe:

O Promotor Moisés (PEN), que concorreu à Prefeitura Municipal de Macapá, na eleição majoritária de 2 de outubro, aderiu, na manhã desta terça-feira, 11, à luta que o atual prefeito Clécio Luís (Rede) desenvolve para chegar à reeleição contra o peemedebista Gilvam Borges.

 A adesão ocorreu na sede do Partido Ecológico Nacional, onde se encontravam seguidores da candidatura de Clécio Luís, Promotor Moisés, o próprio postulante ao Palácio Laurindo Banha, os senadores Davi Alcolumbre (DEM) e Randolfe Rodrigues e o vereador Nelson Souza (PEN).

Promotor Moisés disse que optou por Clécio, na disputa do segundo turno da eleição municipal, pelo candidato da Rede representar a moralidade e a ética. “Jamais estaremos ao lado da corrupção; a nossa opção é a ética e a moralidade”, bradou o ex candidato a prefeito.

O representante do PEN também apontou como fundamental para o seu apoio a Clécio Luís o compromisso do atual prefeito, se reeleito, instalar a Escola de Educação Integral de Macapá e concluir a construção do Hospital Metropolitano. As duas obras compuseram o plano de governo de Moisés durante a campanha eleitoral do primeiro turno.

O prefeito Clécio Luís identificou o apoio do Promotor Moisés à sua candidatura como uma adesão da coerência. Sobre a exigência a respeito da Escola de Educação Integral e Hospital Metropolitano, o atual gestor de Macapá disse que vai cumprir o compromisso, adiantando que o dinheiro para a obra do hospital já se encontra disponível na Caixa Econômica.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *