Política

Randolfe vai à Justiça contra volta de cortes de energia em meio a pandemia

Randolfe avalia que a pandemia continua tendo gravíssimos efeitos econômicos, principalmente para os mais pobres.

Compartilhe:

O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) declarou nesta quinta-feira (24) que irá ingressar com uma ação popular, na Justiça Federal no Amapá, contra o retorno dos cortes de energia elétrica por falta de pagamento de faturas.

O retorno dos cortes foi anunciado pela Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), cinco meses após a interrupção em razão da pandemia do coronavírus. De acordo com a companhia, a fatura deverá chegar de uma só vez para quem não pagou as contas. A suspensão de inadimplentes é prevista pela empresa estatal para a partir de 1 de outubro.

Randolfe avalia que a pandemia continua tendo gravíssimos efeitos econômicos, principalmente para os mais pobres.

“Dados recentes dão conta de que mais de 100 mil amapaenses estão ainda passando fome. Outros dão conta de que temos mais pessoas recebendo auxílio emergencial do que pessoas empregadas. É de uma insensibilidade total cobrar conta de energia dos mais pobres à essa altura”, criticou o senador.

O parlamentar confirmou ainda o ingresso da ação popular para que a suspensão de cortes ocorra pelo menos até dezembro deste ano.

“Que seja concedida uma liminar nesse sentido, para posterior conciliação. Este absurdo não pode ser aceito com passividade”, concluiu o senador.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *