Política

Waldez anuncia 8.190 doses da Pfizer para os 16 municípios do Amapá

SVS tem a expectativa de receber do Ministério da Saúde o novo lote da vacina nesta quarta-feira, 9.

Compartilhe:
O governador Waldez Góes anunciou que o Amapá deve receber do Ministério da Saúde mais 8.190 doses da vacina Pfizer nesta quarta-feira, 9. Com as novas regras de armazenamento estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância em Saúde (Anvisa), as doses poderão ser distribuídas aos 16 municípios. O anúncio aconteceu durante coletiva de imprensa nesta terça-feira, 8.

De acordo com o chefe do Executivo estadual, as vacinas da Pfizer serão direcionadas para a população abaixo de 59 anos. Assim que chegarem, as vacinas irão para o Centro de Imunobiológicos da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS).

Góes ressaltou que a Anvisa autorizou novas condições de armazenamento e conservação para a Pfizer. Agora, o imunizante pode ser mantido em termorregulação controlada em 2 e 8 graus por até 31 dias. Com isso, todas as cidades amapaense terão acesso à vacina.

“Nós vamos distribuir as vacinas da Pfizer para os 16 municípios e, com essa nova medida, vamos alcançar mais amapaense com este imunizante”, afirmou Góes.

O Governo do Estado também garantiu o mesmo quantitativo de agulhas e seringas para a aplicação. Os itens serão entregues às secretarias municipais de saúde das prefeituras.

 

Ribeirinhos

Waldez também acrescentou que o Amapá conseguiu aprovar junto ao Programa Nacional de Imunização (PNI) uma quantidade a mais de doses de AstraZeneca para a população riberinha. Essas doses ainda serão encaminhadas ao estado.

 

Mais vacinas

Durante a entrevista coletiva, o governador mencionou que a Agência Nacional de Vigilância em Saúde (Anvisa) aprovou, com restrições, a importação da vacina russa Sputnik na última sexta-feira, 4.

Ainda em março, Góes assinou um pré-contrato de intenção de compras de 450 mil doses do imunizante. Com isso, o Amapá segue nas tratativas para efetivar a aquisição por meio do Consórcio Interestadual dos Governadores da Amazônia Legal.

“A Anvisa estabeleceu uma série de condicionantes e exigências para o uso da vacina e vamos trabalhar com determinação redobrada para que sejam cumpridas”, completou Góes.

Para ampliar ainda mais o Plano Estadual de Imunização, o governador articula a compra direta de vacinas ButanVac, fabricada pelo Instituto Butantan.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *