Última Hora

Homem procurado por homicídio, estupro e assalto morre em conf

Reginaldo Gomes, 30 anos, tinha quatro mandados de prisão em aberto. Segundo a polícia, além de assaltar suas vítimas, ele ainda estuprava as mulheres


Compartilhe:

Procurado pela Justiça do Amapá por crimes como assalto, estupro, homicídio e porte ilegal de arma de fogo, Reginaldo Gomes Coutinho, 30 anos, o ‘Regis’, foi morto no início da manhã deste sábado, 28, durante troca de tiros com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), na Linha B da AP 440. Os policiais tinham ido checar denúncia de que Regis, que tinha quatro mandados de prisão em aberto, estava homiziado naquela região.

De acordo com o capitão PM Kleber Monteiro, do Bope, ao perceber a chegada dos policiais o foragido abriu fogo contra a guarnição para tentar escapar ao cerco. “Revidamos à injusta agressão e o suspeito foi alvejado. Nós o encontramos já ferido dentro da mata”, explicou o capitão.

Regis ainda chegou a ser socorrido pelos próprios policiais, mas já chegou morto ao Hospital de Emergência de Macapá (HEM) para onde ele foi levado ferido. Com o foragido a polícia encontrou um revólver calibre 38 que teria sido usado contra a guarnição. A arma foi apresentada no Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp) do Pacoval.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *