Cidades

Governo do estado apoia trabalho social da Assembleia de Deus com jovens em Santana

Como parte da programação, nos próximos dias, o ministério realizará com apoio do Governo do Estado duas importantes ações.

Compartilhe:

O governo do Amapá tem estado cada vez mais próximo da sociedade, dialogando e apoiando ações que buscam, assim como a gestão, o bem-estar e melhoria na qualidade de vida da população. Nesta sexta-feira, 14, o governador Waldez Góes recepcionou, acompanhado de membros de sua equipe de governo, em seu gabinete, a comissão organizadora do Congresso de Jovens e Adolescentes, promovido pela Assembleia de Deus de Santana. O evento deste ano ocorrerá de 27 a 30 de julho no referido município, e tem como tema “AD Brasil, Somos Pentecostais”.

Como parte da programação, nos próximos dias, o ministério realizará com apoio do Governo do Estado duas importantes ações. A primeira em 20 de julho, em que ocorrerá a doação coletiva de sangue para ajudar na manutenção do estoque do Instituto de Hematologia e Hemoterapia do Amapá (Hemoap), ocasião em que 100 pessoas entre adolescentes e jovens se deslocarão de Santana para realizar a doação em Macapá.

No dia 22, uma ação de saúde e cidadania com estimativa de 4 mil atendimentos acontecerá na sede da Assembleia de Deus de Santana. Órgãos do GEA darão suporte à programação, como a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), prestando atendimentos médicos, a Rede Super Fácil, com emissão de documentos e outros.

O governador Waldez Góes frisou que a Assembleia de Deus, além de estar comemorando este ano o Centenário no Amapá, possui um movimento de juventude muito forte e atuante. Mencionou ainda, que a reunião foi muito produtiva e possibilitou as tratativas quanto à parte que cabe ao Estado no apoio à realização destes eventos, desde a doação ao Hemoap até a realização do congresso, cuja programação contemplará, dentre outras atividades, palestras com abordagens atuais e que buscam orientar e gerar reflexão aos participantes. Dentre os temas a serem tratados, estão: a cyber dependência na juventude, mercado de trabalho, homossexualidade e sexualidade.

“O ponto alto será o congresso da juventude, que se dará em quatro dias, abrangendo ações de evangelização, de programação cultural, cidadania e outras. Pessoas de dentro e fora do Estado irão participar, portanto, precisamos mensurar o aparato necessário para assegurar que o evento ocorra da melhor forma”, pontuou Góes, complementando que na segunda-feira, 17, representantes de mais de 10 órgãos de governo, desde secretarias de Estado da Saúde, Comunicação, Segurança Pública, da Juventude e outras, reunirão com a comissão organizadora para que sejam traçadas as ações a serem executadas por cada uma delas.

 
Compartilhe:

Tópicos: