Artigos

Pensadores sobre Nação e ciência política

Embora os obstáculos da intolerância política que,, no geral, determinam outros caminhos para se chegar a atingir os melhores.

Compartilhe:

Ulisses Laurindo — Jornalista
Articulista

A melhor contribuição que um cidadão dá ao seu país é devotar profundo amor ao progresso de sua terra, constituindo imenso orgulho e desejo de figurarem entre as nações incluídas fora da linha da pobreza, da miséria,, as quais penalizam o povo indefeso.Hoje, como antes,, pensadores analisam as ciências políticas a favor de estados fortes com aprofundamento para fugir do buraco que muitos se afundam. Embora os obstáculos da intolerância política que,, no geral, determinam outros caminhos para se chegar a atingir os melhores.

Para tanto, vale a pena mostrar aos leitores que grandes pensadores como: Maquiavel, Locke, Jean Jacques Rousseau, Platão, Sócrates e Aristóteles deixaram escrito condição ideal para fazer da vida o que ela nos propõe,ou atingir a riqueza maior que éa busca da felicidade.

Na era Moderna, a ciência política e as nações têm seu desenvolvimento na vida escolar, na qual se sobressaem os alicerces básicos do progresso. Na antiguidade, vimos quantos gênios contribuíram para dar,, na sequencia do tempo, os meios pelos quais se buscavam atingir o soberano povo, razão da existência de cada pátria.

Desde os filósofos e pensadores gregos, fatos relativos ao governo da sociedade humana, vem sendo objeto de estudo,, exercendo influencia profunda e douradora na cultura ocidental. Os dois primeiros grandes sistematizadores do pensamento político, Platão e Aristóteles, entendiam como política o estudo da Polis. É de Aristóteles a ideia de que a política é a ciência maior de seu tempo, preocupado com um governo capaz de garantir o bem estar geral e o da sociedade.

O estudo Contemporâneo, em certo sentido,, ainda é o mesmo daquele de Aristóteles, so levando em consideração toda complexidade da organização política social preocupado como uma orientação metodológica de pesquisas compatíveis com as exigências da ciência atual.

De um modo geral a ciência política é teoria pratica e a descrição com analise dos sistemas políticos e de processos políticos do comportamento político envolvendo o estudo da estrutura e processo de governo.

Podemos dizer que a ciência política que trata basicamente de nações é a ciência e a pratica,, alem de descrição de grandes sistemas, das organizações e dos processos políticos. Envolve o estudo da estrutura e do processo de governo, no qual esta o estado está no meio.

No mundo moderno o aumento da população na ordem superior as 7 bilhões de pessoas tem como regra comportamento dificil face ao desejo de cada ser humano usufrui melhor o que vida lhe oferece. Os estudos sejam da antiguidade,, como data sem validade e alguns cientistas preocupados com o destino das gerações buscam caminhos pelo qual se possa andar mais soltos e alegres, porque quem ainda não atinou para fazer do mundo lugar prazeiroso, não apenas para aqueles que têm a ideia do privilégio, quando todos pertencem a uma mesma argila.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *