Cidades

Desembargador João Lages apresenta seu staff para a próxima gestão do TJAP

Com perfil essencialmente técnico, a equipe pôde confraternizar e tomar ciência das diretrizes gerais da futura gestão.

Compartilhe:

O desembargador João Guilherme Lages, presidente eleito do Tribunal de Justiça (TJAP) para o biênio 2019/2021, reuniu sua equipe de trabalho para apresentar cada componente da próxima gestão do Judiciário amapaense. Colaboradores diretos da alta gestão já se encontram em conduta de transição entre os que permanecem, os que chegam e os que deixam as funções.

 

“O TJAP existe para fazer a jurisdição funcionar bem. Nesse sentido ressalto que o juiz é peça principal e para onde devem convergir todos os nossos esforços, no sentido de proporcionar condições para que a magistratura preste a melhor entrega possível à população. Para isso precisamos de juízes e servidores motivados e valorizados”, expressou o desembargador João Lages, apresentando em seguida o juiz Paulo César do Vale Madeira como novo juiz auxiliar da presidência.

Com 23 anos de magistratura, o juiz Paulo Madeira se afastará, a partir de 1º de março, da 6ª Vara Cível e de Fazenda Pública da Comarca de Macapá, onde é titular, para assumir a tarefa de auxiliar direto da presidência do TJAP.

Paulo Madeira terá como tarefas centrais a gestão processual e a gestão dos precatórios. “Uma das metas principais do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é melhorar cada vez mais a gestão dos processos, assegurando celeridade e eficácia. Assumimos esta tarefa exatamente no momento em que o TJAP adere ao sistema Processo Judicial Eletrônico (PJe), que promoverá a unificação do Tucujuris com o sistema nacional do Judiciário”, explicou o juiz. “Quanto aos precatórios, consideramos uma área sensível, que deve receber especial atenção uma vez que se trata de recursos públicos gerenciados pelo Poder Judiciário”, enfatizou.

O segundo membro de sua equipe direta foi apresentado pelo desembargador Lages com destaque para sua experiência de 26 anos no Tribunal Regional Eleitoral e expertise em gestão do Judiciário. Alessandro Rilsoney Dias de Souza. Ele deixará a assessoria técnico-jurídica do TRE-AP para assumir a Diretoria-Geral do TJAP.

Gláucio Maciel Bezerra, que durante os dois últimos anos atuou como diretor-geral do TJAP, aceitou o convite do desembargador Lages para permanecer na equipe, desta vez com uma nova missão, a diretoria do Departamento Financeiro. Segundo o desembargador, “este é um setor decisivo para a gestão porque enfrentamos limitações financeiras, e a equipe do desembargador Carlos Tork foi brilhante ao administrar sem recursos e mantendo os salários e a prestação jurisdicional em dia”.

Finalizando a apresentação do núcleo direto de sua gestão, o desembargador Lages teceu prolongadas considerações ao nome que escolheu para chefiar o gabinete da presidência do TJAP. “Veridiano Colares é um profissional da mais alta envergadura, com habilidade e trato na relação com servidores, magistrados e com as instituições”, disse o futuro presidente.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *