Cidades

Eleições 2018: Município retira uma tonelada de lixo eleitoral das ruas da capital

Serviços de varrição, catação e coleta do material foram feitos por 30 garis, distribuídos em diversos pontos da cidade.

Compartilhe:
Todo material coletado foi encaminhado ao aterro sanitário da capital.

Os famosos santinhos fazem a maior sujeira nas ruas da cidade. Em Macapá, não foi diferente. Após o primeiro turno das eleições, a prefeitura removeu aproximadamente uma tonelada de material publicitário localizado nas proximidades das seções eleitorais.

 

Serviços de varrição, catação e coleta do material foram feitos por 30 garis, distribuídos em diversos pontos da cidade. De acordo com o secretário de Manutenção Urbanística, Augusto Almeida, todo material coletado foi encaminhado ao aterro sanitário da capital. Ainda segundo Almeida, os locais de maior ocorrência de lixo eleitoral foram a orla e praças da cidade.

 

Proibido
A Justiça Eleitoral determina a restrição de propaganda por meio de distribuição de santinhos ou colinhas, amplificadores de som e a promoção de comícios ou carreatas no dia do pleito, o que configura crime por intermédio da Lei (art. 39, § 5º, III, Lei 9.504/97), com penalidade de detenção de 6 meses e multa de até 15 mil reais.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *