Cidades

Hipertensão, colesterol alto e diabetes: nutricionista reforça importância da alimentação balanceada

Ytalo Ruan diz que uma alimentação saudável é balanceada e deve ser introduzida ainda na fase infantil.

Compartilhe:

Railana Pantoja
Da Redação

A Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2019, divulgada pelo IBGE na semana passada, trouxe dados preocupantes sobre a saúde da população adulta no Amapá. De acordo com o estudo, 101 mil pessoas (18,2% da população com 18 anos ou mais) receberam diagnóstico de hipertensão arterial em 2019; 4,3% receberam diagnóstico de diabetes (24 mil pessoas); e 10,4% (58 mil) tiveram diagnóstico médico de colesterol alto.

Assim como muitas outras doenças, a hipertensão, diabetes e colesterol alto podem ser combatidos com auxílio da alimentação. De acordo com o nutricionista Ytalo Ruan, a pesquisa reflete hábitos alimentares que estão diretamente ligados à rotina agitada das pessoas, que nem sempre optam pelo saudável, e sim pelo prático.

“As pesquisas aqui realmente são muito assustadoras, mas são um reflexo da vida que as pessoas andam levando hoje em dia. É uma vida muito corrida, e na hora de colocar na balança, as pessoas procuram muita praticidade na alimentação. Mas, uma hora ou outra essa alimentação e as consequências vão aparecer. Estamos vendo aí muitos diabéticos e hipertensos, pessoas com colesterol alto”, alertou Ytalo Ruan.

De acordo com o nutricionista, é mais fácil cuidar da alimentação antes dos problemas aparecerem. Por isso, quanto mais cedo introduzir hábitos alimentares saudáveis, menores são as chances de desenvolver doenças na fase adulta.

“Hoje a gente já sabe que os hábitos alimentares dos pais, antes da criança ser concebida, influenciam no paladar desse bebê. Quando a criança nasce, se não for feita a introdução alimentar correta, começando pelo aleitamento materno, se torna difícil. Quanto mais cedo, melhor a criança se acostumará com o paladar”, orientou.

Mas, para quem já é diabético, hipertenso ou sofre com outras doenças, Ytalo Ruan reforça que é importante balancear a alimentação.

“Existem várias formas de balancear a alimentação e ter um prato saudável. É bom lembrar que no Amapá temos 107 mil pessoas em situação de fome, por isso não podemos demonizar alguns alimentos, como o arroz e o feijão, que são uma combinação incrível; os dois têm ferro e aminoácidos. O que pega para os amapaenses é o consumo de vegetais e hortaliças. Embora tenhamos uma acessibilidade maior que diversos lugares, são produtos que não estão no nosso prato. Então, se você não consome esses alimentos, que possuem função reguladora no corpo, acaba acarretando doenças. Não precisa ser aquela salada tradicional, nós temos uma variedade de sabores, mas se permita conhecer e veja como isso vai mudar a sua vida. Por fim, busque uma ajuda profissional”, finalizou o nutricionista Ytalo Ruan.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *