Cidades

Ijoma inicia campanha Outubro Rosa e cria prêmio para homenagear ‘Corrente do bem’

Prêmio Empreendedor Social Edwilton Leite vai homenagear empresas, empreendedores e pessoas físicas que se dedicaram à caridade durante a pandemia.

Compartilhe:

Railana Pantoja
Da Redação

Com o tema ‘Todos unidos pela vida’, o Instituto de Prevenção do Câncer Joel Magalhães (Ijoma) inicia nesta quinta-feira (01) o Outubro Rosa, mês que faz alusão aos cuidados de prevenção ao câncer de mama e à saúde da mulher em todo o Brasil.

“Devido à pandemia, estamos respeitando todos os protocolos de distanciamento social. Então, hoje (01) às 18h faremos a abertura da programação com a missa e ao longo do mês teremos a ‘quarta-feira rosa’, onde estaremos trabalhando com as mulheres, orientando e conscientizando juntamente com vários convidados que teremos, como o doutor Mauro Secco [mastologista]”, explicou Lene Moraes, uma das coordenadoras da programação 2020.

A programação será transmitida pelas redes sociais do Ijoma e também pelo aplicativo “TV Web Ijoma”, a partir das 8h, sempre na quarta-feira. Como parte da programação, às segundas e quartas o Instituto estará oferecendo coletas de PCCU. As interessadas devem agendar o serviço, através do número 99191-6270 (WhatsApp) ou 3222-5675.

“O encerramento será no dia 30 de outubro, com uma grande ação social, respeitando o distanciamento e realizando agendamento de vários serviços, das 8h às 17h”, complementou Lene.

Prêmio
A novidade da programação em 2020 é o Prêmio Empreendedor Social Edwilton Leite, marcado para ser entregue em 12 de outubro, às 18h.

“Existe uma parte de empreendedores aqui na cidade, que desde quando foi decretado o isolamento social, formaram uma corrente do bem e foram ao encontro de pessoas que estavam em situação de vulnerabilidade social. São empresas, pessoas físicas, anônimas, que deram show de caridade e amor quando tudo estava difícil. Então, inspirados em um projeto de São Paulo, decidimos criar um prêmio para homenagear e dar visibilidade para eles, com cinco categorias ao todo. O nome é homenagem ao Edwilton, um cara que foi voluntário aqui no Ijoma, tinha 28 anos, e desde adolescente dizia que seria enfermeiro. Com muita luta ele conseguiu, nesta pandemia ele foi um verdadeiro samaritano e exerceu com maestria a enfermagem, mas infelizmente ele foi contaminado e veio a falecer”, finalizou o padre Paulo.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *