Cidades

Prefeitura de Pedra Branca do Amapari tenta fechar rádio comunitária

Diretores e funcionários da emissora resistem, e ordem não é cumprida.

Compartilhe:

O jornalista Reginaldo Borges tornou público, na manhã desta terça-feira, 13, pelo telefone, no programa LuizMeloEntrevista, acontecimento que até então estava restrito aos limites do município de Pedra Branca do Amapari: tentativa da prefeita Beth Pelaes de fechar a Rádio Comunitária FM Amapari.

Reginaldo informou que a tentativa ocorreu na manhã dessa segunda-feira, 12, quando funcionários da Secretaria Municipal de Finanças, apoiados por guardas do município e fiscais da prefeitura, foram à emissora com o propósito de lacrá-la.

O jornalista acentuou que o propósito não se tornou realidade porque a direção e os funcionários da Rádio Amapari resistiram. “Uma prefeita não tem poder para fechar uma rádio, que é concessão federal. Isso só ocorre por ordem da Anatel ou por decisão judicial”, atestou, lembrando que em Santana, numa outra ocasião, também houve tentativa de fechamento de uma emissora, por parte do prefeito Ofirney Sadala.

Reginaldo Borges lembrou que a rádio de Santana, abordada por fiscais da Prefeitura daquele município, é comercial, enquanto que a de Pedra Branca do Amapari é comunitária.

O outro lado
Luan Silva, coordenador de comunicação da Prefeitura Municipal de Pedra Branca do Amapari, após o programa LuizMeloEntrevista, ligou para a Redação do Diário do Amapá, dando a versão da gestão de Beth Pelaes para o ocorrido.

O coordenador disse que em 29 de julho a Rádio Amapari FM foi notificada pela Secretaria de Finanças de Pedra Branca, através do seu Departamento de Arrecadação de Tributos, para pagar taxas vencidas inerentes ao seu funcionamento.

Luan afirmou que a notificação foi rasgada na frente do funcionário que a entregou na emissora de rádio. Como a pendência continuou, ontem houve a decisão pelo fechamento, também rechaçada pelos que se encontravam na FM Amapari.

O coordenador de comunicação, Luan Silva, argumentou que a Amapari FM pertence a uma associação privada que explora uma rádio comunitária, e que o CNPJ da emissora está suspenso.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *