Última hora Polícia Política Cidades Esporte
Entrevista

“Como trocar de emprego em meio à pandemia?”

Apesar das dificuldades impostas pela Covid-19, muitos profissionais ainda desejam fazer mudanças em suas carreiras, seja em outra área ou em uma nova empresa. A troca de emprego é bastante possível nesse momento.


Cleber Barbosa
Da Redação

 

Diário do Amapá – O trabalho remoto criou novas oportunidades durante a pandemia, antes inimagináveis, mas daí a falar em mudança de emprego e até carreiras requer muitas adaptações professor?

Igor Trisuzzi – Com tantas possibilidades, o mais importante é não ter medo da mudança. Abraçar os novos modelos de processos seletivos e de integração nas empresas pode ser o melhor a fazer, dependendo do seu momento de carreira. Por isso, listei cinco dicas para ajudar a conquistar e ter sucesso em um novo emprego em meio à pandemia. A primeira é seja visto. O mundo está mais digital do que nunca. E, se existe algo bom nisso, é a possibilidade de se fazer presente em vários locais ao mesmo tempo. Quem deseja conquistar o emprego dos sonhos precisa ser visto. Para isso, é imprescindível marcar presença em redes sociais profissionais como o LinkedIn, além de espaços mais ligados à comunidade da sua área de atuação, como fóruns, meetups, hackatons, lives, entre outros. Fica aqui mais uma dica: é importante ser ativo e contribuir com os grupos a fim de se manter em uma posição de destaque.

 

Diário – E com tamanha visibilidade, isso pode aumentar a concorrência digamos assim, quem pode fazer a “peneira” dessa gente toda no mercado?

Igor – Por isso preparei a segunda dica: Procure um headhunter. Você sabia que atualmente boa parte das oportunidades profissionais nem chegam a ser divulgadas? Por isso, é muito importante investir em um networking de qualidade, principalmente com headhunters. São esses profissionais que conhecem as necessidades das empresas e partem em busca dos candidatos ideais. Invista na criação de um relacionamento cordial com eles para que você seja lembrado quando surgir uma vaga com o seu perfil.

 

Diário – Em se tratando das novas exigências do mercado o senhor também se preocupa com o medo da câmera de muitos rofissionais?

Igor – Essa inclusive é a próxima dica: Prepare-se para o recrutamento remoto. Praticamente todos os processos seletivos migraram instantaneamente para o online desde o início da pandemia. Isso quer dizer que o cordial aperto de mãos ficou para trás, dando espaço a novos formatos de seleção, que vão muito além da entrevista. Atualmente, é comum o candidato não somente ser entrevistado, mas também trabalhar em algum case, apresentá-lo e ser bastante questionado online pelos contratantes. Na prática, isso representa uma ótima oportunidade para o profissional apresentar suas habilidades e mostrar o seu estilo de trabalho.

 

Diário – E o que vem depois da contratação para fazer parte de uma nova corporação professor?

Igor – Uma vez conquistada a vaga, o próximo desafio é passar pelo momento de integração na empresa, porém agora de forma totalmente remota. Descobrir as suas tarefas e criar a sua nova rotina vai demandar a utilização de uma série de tecnologias. Felizmente, há várias ferramentas que facilitam esse processo, como o Whatsapp, o Slack e o Trello, que ajudam a organizar as atividades e até a criar um fluxo para a realização de cada uma delas. Esteja aberto para mudanças!

 

Diário – E para quebrar o gelo, como se diz, se enturmar em meio a todos os protocolos de distancioamento social que ainda são necessários?

Igor – Provavelmente ainda vai demorar um pouco mais para conhecer seus novos colegas em um almoço ou em um happy hour, mas isso não quer dizer que o contato deva ser exclusivamente profissional. É muito importante suavizar as relações por meio de videoconferências que não visem apenas a deliberação das tarefas. Alguns minutos de conversa sobre assuntos gerais, visando conhecer a pessoa além do profissional, pode ajudar muito no estreitamente das relações. É preciso conhecer os colegas e se fazer conhecido por eles. Esse tipo de aproximação pessoal ajuda muito no dia a dia de trabalho. Estando adaptado à nova rotina, é importante buscar o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal. Como não temos mais o deslocamento até a empresa, muitas pessoas têm dificuldade de se desligar dos afazeres e acabam trabalhando muito mais do que deveriam. Por isso, é preciso estipular os horários e cumprir as tarefas dentro deles, evitando o excesso de trabalho. A saúde física e mental também impacta no bom desempenho profissional. Ainda mais quando se é novo na empresa..

Diário – Obrigado professor.

Igor – Eu que agradeço a oportunidade. Bom domingo!

 

Perfil

Igor Trisuzzi – Igor Trisuzzi é Consultor Sênior da Yoctoo e formado em Administração de Empresas pela FEA USP. Possui mais de 5 anos de experiência na área de recrutamento especializado, com certificação internacional em Coaching pela SLAC, tendo atuado não só em consultorias, mas também na área interna de Recursos Humanos de multinacionais de tecnologia.

 

Carreira e Mercado
– Consultor de Recrutamento & Seleção com formação em Administração pela FEA-USP e especialização em Coaching pela SLAC.
– Experiência em temas de Recursos Humanos como Talent Acquisition, Employer Branding, Employee Experience, Candidate Experience, Onboarding, Entrevistas Técnicas e Comportamentais, desde níveis de staff até executivos
– Coaching Pessoal e Profissional. Foco de recrutamento em Tech & Digital.
– Apaixonado por esportes, tecnologia, comunicação.

No Exterior
– Foi Estudante Intercambista (Erasmus Program) na Universidade do Porto, no curso de Administração e Economia, entre os anos de 2009 e 2010, pelo Programa de Intercâmbio da CCint (Comissão de Cooperação Internacional) da FEA-USP em Porto, Portugal.


Comente