Política

Em passagem de comando no Exército, Waldez destaca parcerias pelo desenvolvimento do Amapá

General Adilson Giovani Quint assumiu o comando da 22ª Brigada no lugar do general Luiz Gonzaga Costa Viana, nesta sexta-feira, 6.

Compartilhe:

Durante passagem de comando da 22ª Brigada de Infantaria de Selva – Foz do Amazonas, o governador do Amapá, Waldez Góes, e o general Adilson Giovani Quint, que assumiu o cargo no lugar do general Luiz Gonzaga Costa Viana, garantiram que as parcerias entre os órgãos continuarão. A solenidade ocorreu nesta sexta-feira, 6, na sede da Brigada, em Macapá.

Esta é a primeira passagem de comando da Brigada, responsável por gerenciar as ações do 34º Batalhão de Infantaria de Selva no Amapá (34º BIS). A solenidade foi realizada pelo comandante-geral do Norte, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira.

Para o chefe do Executivo, o Exército Brasileiro é um colaborador do governo que tem contribuído com o desenvolvimento do Amapá. “Colabora com o governo e faz a integração entre órgãos estaduais e federais. Parabenizo o general Viana, que cumpriu o seu papel até aqui, e o general Quit, que está chegando com esse mesmo espírito cooperativo para continuarmos atuando em parceria”, falou Waldez.

O governador destacou o georeferenciamento e regularização fundiária das terras amapaenses, a cooperação para a gestão compartilhada da Escola Estadual Duque de Caxias, em Clevelândia do Norte, no município de Oiapoque, operações de segurança na fronteira, além das ações de prevenção ao desmatamento e queimadas ilegais.

Em quase dois anos de atuação, foram muitas parcerias com o governo. O general, que esteve à frente do comando desde a criação, lembrou as principais atuações com resultados positivos da boa relação com o governo. “Agradeço ao governador Waldez, pelas parcerias, e sinto que a missão foi cumprida, principalmente a cessão de área da duplicação da Duca Serra e a escola de gestão compartilhada, que marcam o final desse período que estive à frente da 22ª Brigada”, agradeceu Viana.


Quint é natural de Pires do Rio (GO) e comandava a Escola de Sargentos das Armas, no estado de Minas Gerais. O novo comandante afirmou que os trabalhos prosseguirão, e que pretende continuar atuando integrado com o Governo do Amapá. “Darei continuidade nesses trabalhos em parceria com o governo para auxiliar o Amapá, Pará e Maranhão em atividades cooperadas, como, por exemplo, a Garantia da Lei e da Ordem”, declarou Quint.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *