Política

Estratégias de implementação de Política de Saneamento Básico em Macapá são levantadas por Município e Estado

Durante a reunião, foi apresentado todo o projeto que foi pensado para Macapá nas áreas de água e esgoto, sendo necessária para a universalização do serviço 8 anos para o sistema de água e 19 para o de esgoto.

Compartilhe:

O prefeito Clécio Luís se reuniu com o vice-governador Jaime Nunes para discutir estratégias visando avançar os indicadores de saneamento básico no município de Macapá. O gerente na área de desestatização e estruturação de projetos do BNDES, Eldo Matos, fez a apresentação de um projeto apontando a universalização dos serviços de água e esgoto na capital amapaense.


De acordo com Matos, hoje, para se chegar a um nível de cobertura de excelência, quando se trata de saneamento, é preciso de um investimento muito alto, o que é inviável para o orçamento público, uma realidade que o país inteiro vem enfrentando. “Esse projeto é para ser implantado no prazo de 35 anos. Porém, a concessionária fica responsável de passar relatórios detalhados a cada seis meses para acompanhamento dos envolvidos”, explicou Eldo. Segundo o levantamento, entre as 100 maiores cidades do país, Macapá ocupa a 95ª colocação em relação à cobertura do serviço, complementou Matos.

Durante a reunião, foi apresentado todo o projeto que foi pensado para Macapá nas áreas de água e esgoto, sendo necessária para a universalização do serviço 8 anos para o sistema de água e 19 para o de esgoto. O prefeito Clécio destacou que o município já tem uma Lei que trata sobre saneamento e espera que esta possa ser aproveitada no plano. “Eu gostei muito do que foi apresentado. Acredito que ainda existem ajustes a serem feitos, que podem ser discutidos entre as partes. Mas estamos no caminho certo”, pontou o gestor municipal.

Participaram também da reunião secretários do Estado e Município e técnicos. Ainda haverá outra reunião para tratar sobre o assunto.

Fotos: Nayana Magalhães

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *