Política

Governador Waldez reforça medidas de proteção à população com setor empreendedor

Durante a reunião foi apresentada a prorrogação do decreto estadual e destacou a importância do alinhamento com os órgãos de controle.

Compartilhe:
Foto: Maksuel Martins/Secom

O governador do Estado, Waldez Góes, reuniu nesta terça-feira, 11, com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Amapá (Fecomércio/AP) e outras entidades representativas do setor empreendedor para reforçar a prorrogação das medidas restritivas para conter o avanço do coronavírus.

Na ocasião, o chefe do Executivo também destacou a importância do cumprimento das regras estabelecidas no atual decreto, por parte dos empreendedores, e estratégias para identificar os principais desafios enfrentados pelo setor para colaborar com o controle da pandemia.

“A reunião é para definir estratégias de fiscalização e, até, punição dos responsáveis por descumprirem as medidas preventivas que colocam em risco sanitário a população, e que gera o fechamento do comércio”, enfatizou Góes.

Para o presidente da Fecomércio, Eliezir Viterbino, manter o diálogo entre os setores privado e o público é fundamental para o alinhamento junto aos empreendedores que são afetados pelas medidas restritivas. Ele reforçou, ainda, a parceria da entidade com o Estado para o enfrentamento da pandemia.

“A Federação do Comércio está à disposição para o diálogo, pois essa ferramenta é a mais importante para enfrentarmos um inimigo comum, que é o coronavírus, e assim, definirmos juntos os protocolos. E também fazer a nossa parte através de campanhas e posicionamentos”, finalizou Viterbino.

Participaram também da reunião a Polícia Militar (PM) e a Superintendência e Vigilância em Saúde (SVS), que são responsáveis por fiscalizações e apresentação do comportamento da pandemia no estado. Durante a reunião, os órgãos intensificaram os protocolos sanitários para evitar notificações diante o descumprimento das regras.

 

Vacinação professores

Na segunda-feira, 10, durante reunião com os prefeitos e o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (Coesp), o governador Waldez Góes defendeu a vacinação dos profissionais da educação. NHo decreto ficou defenido, por exemplo, que as aulas presenciais permanecem suspensas na rede pública e privada de ensino, em todos os níveis, e tratou sobre a vacinação dos profissionais da educação.

Para isso, as secretarias municipais de educação e as instituições privadas de ensino, deverão mobilizar os profissionais para preenchimento da ficha cadastral disponível no endereço nte.ap.gov.br/servidorseed. As informações servirão de base para o planejamento da vacinação para este público, critério fundamental para a retomada responsável e gradual das aulas presencias da rede estadual pública e privada.

“A vacinação é a prioridade, por isso estamos buscando garantir a imunização desses profissionais. Estamos na classificação moderada do risco da doença, mas não podemos baixar a guarda, os cuidados devem continuar para que possamos ter uma retomada gradual e segura das atividades”, concluiu Góes.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *