Política

Vice-prefeito de Santana desiste de renunciar e pede investigação da CGU contra o prefeito Sadala

No entanto, a desistência de Neném do Frango em  renunciar ao cargo de vice-prefeito não melhorou em nada sua relação com Ofirney Sadala.

Compartilhe:

Paulo Silva
Editoria de Política

Francisco Rozivaldo Ribeiro de Santana (PV), o Neném do Frango, vice-prefeito de Santana, informou no final da manhã desta segunda-feira (18) que desistiu de renunciar ao mandato para o qual foi eleito junto com o prefeito Ofirney Sadala (PSDC), com quem passou a se desentender.

No entanto, a desistência de Neném do Frango em  renunciar ao cargo de vice-prefeito não melhorou em nada sua relação com Ofirney Sadala. Ele diz que está sem espaço para exercer sua função, se sente excluído da gestão municipal e vem sendo perseguido com a exoneração de pessoas que indicou para a prefeitura, a maioria da localidade de Anauerapucu, onde mora.

“No dia 6 de março eu pensei em renunciar e cheguei a fazer a carta, mas o próprio prefeito me pediu para desistir com a promessa de que voltaríamos a trabalhar juntos, mas ele me enganou”, afirmou Neném.

O vice-prefeito acusa Ofirney Sadala de ter recebido propina de R$12 mil repassada pelo empresário José Lobato Filho, além de ter desviado recursos da educação ao pagar por serviços de dedetização não realizados em mais de 15 escolas do município. Ele chegou a falar em reuniões no quarto do prefeito para tratar de propina. José Lobato já foi condenado pela justiça a pagar R$12 mil ao prefeito por danos morais ao não comprovar acusações feitas.

O Diário do Amapá apurou que o vice-prefeito protocolou na CGU (Controladoria Geral da União) pedido para que seja feita uma fiscalização na Secretaria de Assistência Social de Santana, e confirmou que vai pedir apuração de todas as denúncias feitas através da imprensa. É possível que ele fale aos vereadores do município ainda esta semana.

 
Compartilhe:

Tópicos:  

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *