Nossa Opinião

Avaliação

Foi encerrada ontem, 2, a série de entrevistas com os sete candidatos ao governo do Amapá. Na ordem, submeteram-se à sabatina os concorrentes Waldez Góes (PDT), Lucas Barreto (PSD), Décio Gomes (PCB), Camilo Capiberibe (PSB), Genival Cruz (PSTU), Jorge Amanajás (PPS) e Bruno Mineiro (PTdoB).

À fora as inovações e algumas bizarrices, que não valem a pena ser citadas, as propostas dos candidatos muito se assemelham. Elas, no geral, restringem-se em colocar obras na vitrine, na tentativa de conquistar a preferência do eleitorado – o que se justifica porque correm contra o tempo e estão sob os holofotes do eleitor.

Compartilhe:

Resta agora, aos eleitores, não apenas avaliarem as propostas, como também, e preponderantemente, analisar o perfil de todos os candidatos para escolher aquele que mais se aproxima do ideal, de acordo com o entendimento de cada um.

 

O bom senso recomenda que não se foque apenas no presente e nas perspectivas do futuro, porque o passado, com bons ou maus exemplos, é muito importante quando o que está em jogo é a gestão de um estado promissor como o Amapá, atualmente mergulhado na pobreza, em fragmentos deixados pela corrupção desmedida e desenfreada que se enraizou em suas entranhas, em detrimento das nossas potencialidades naturais.

A população amapaense merece um governador focado em uma gestão voltada para o desenvolvimento e bem-estar da população. Centrada em grandes obras de infra-estrutura, que tenha projetos que visem a redução do déficit de moradias para as faixas mais pobres, que fortaleçam a economia para a geração de emprego e renda, mas tudo sobre bases concretas na responsabilidade social.

Precisamos garantir um Amapá mais seguro, mais desenvolvido e mais justo, mas também que seja um estado fomentador de riquezas, de fortalecimento dos setores primário e terciário, que invista forte na produção para tirarmos os pés do mercado importador de alimentos, num contraponto a tantas terras férteis à espera de exploração. Sem esquecer que corrupção, escândalos ou incidentes ambientais podem muito rapidamente arruinar uma reputação positiva que se levou anos para construir, como vez por outra vem acontecendo neste rico pedaço do chão brasileiro.

Todos nós tivemos a chance de conhecer ampla e profundamente cada um dos candidatos ao governo e suas propostas. Agora cabe ao povo a escolha.

 
Compartilhe:

Deixe seu comentário:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *