Última hora Polícia Política Cidades Esporte

Coluna Esplanada

Articulação

Parlamentares e ministros atribuem ao chefe da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, a migração de votos e apoios do apadrinhado de Rodrigo Maia (DEM-RJ), Baleia Rossi (MDB-SP), para o candidato do Planalto, Arthur Lira (Progressistas-AL). Desde o dia 9 de dezembro, quando Lira lançou sua candidatura, o gabinete de Ramos na Presidência recebe, diariamente, uma peregrinação de deputados de vários partidos, inclusive da oposição.

 

À mesa

As conversas, claro, envolvem a liberação de emendas parlamentares e mais espaço nos ministérios, além de temas relacionados aos redutos eleitorais dos deputados.

 

Virada

Dias atrás, Baleia Rossi liderava a corrida para a disputa que será definida na segunda-feira, 1º de fevereiro. Com a interferência de Ramos, Bolsonaro e outros ministros, Lira virou e hoje – favorito – conta com mais de 250 votos.

 

Despedida

Apesar do empenho para eleger Arthur Lira, o general Ramos deverá deixar o comando da Secretaria de Governo após o pleito na Câmara. Na reforma ministerial que está sendo desenhada, o cargo poderá ser entregue a um parlamentar do Centrão.

 

Gasto$

Os gastos com alimentos em 2020, que levantaram polêmica nos últimos dias – em especial, o leite condensado –, são de todo o governo federal, não só dos palácios (Planalto e Alvorada). Incluem despesas com programas sociais e ministérios, como Defesa e Educação.

 

Menos, presidente

Mas nada justifica a reação do presidente Jair Bolsonaro de lançar palavras de baixíssimo calão contra a imprensa em resposta à divulgação dos gastos. E muito menos ser aplaudido por uma claque de ministros e artistas de sertanejo.

 

Despesas

Dados das “Despesas Públicas” do Portal da Transparência do Governo Federal só estão disponíveis até o dia 31 de dezembro de 2020. O atraso nas informações de janeiro – empenho, liquidação e pagamento -, diz a Controladoria-Geral da União, se deve a alterações no Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi).

 

Variante

Pesquisadores cruzaram dados de voos da ANAC e apontam que os aeroportos de São Paulo, Guarulhos, Brasília, Rio de Janeiro (Santos Dumont), Confins, Porto Alegre, Rio de Janeiro (Galeão), Salvador, Curitiba, Recife, Fortaleza, Campinas, Florianópolis e Vitória têm maior vulnerabilidade à variante do coronavírus encontrada em Manaus.

 

Protocolo

Os profissionais que integram o Observatório Covid-19 lembram que vários estados estão recebendo pacientes de Manaus que são, por vezes, acompanhados de familiares, sem que nenhum protocolo especial tenha sido implementado para documentar os casos e monitorar possíveis transmissões ocorridas com a nova variante entre estados.

 

Ruralistas

Com peso para definir a eleição na Câmara, a bancada ruralista está 80% fechada com Arthur Lira (PP-AL), segundo estimativa apresentada por deputados ao presidente Jair Bolsonaro em café-da-manhã no Palácio da Alvorada.

 

Rombo

Segundo o Tesouro Nacional, o déficit nas contas do governo foi de R$ 743,787 bilhões em 2020 – o maior da série histórica, que começou em 1997. O rombo bilionário é 666,5% maior que o registrado em 2019 (95,065 bilhões).

 

Fisco

Entidades que representam o Fisco brasileiro encaminharam aos candidatos às presidências da Câmara e do Senado pedido de prioridade à votação da Reforma Tributária. “A única capaz de produzir resultados imediatos, como a geração de empregos, a justiça fiscal e destravar a Economia”, defendem na carta.

 

Esplanadeira

# Instituto de Formação de Líderes de São Paulo (IFL-SP) realiza segunda, 1º, encontro virtual com Pedro Zemel, CEO da Centauro, que participou do processo de compra da operação da Nike no Brasil pela SBF (controladora). # McDonald’s substitui bandejas de plástico de seus restaurantes no Brasil por versão mais sustentável. # Prêmio Embaixadores de Turismo do RJ 2021 acontece dia 28 de março, às 15h, via YouTube. #

Eminência parda

Presidente de um dos partidos com mais votos no Congresso Nacional e boas bancadas em Assembleias Estaduais, o senador Ciro Nogueira (Progressistas-PI) tornou-se o homem mais poderoso do Governo sem ter cargo. A eminência parda do presidente Jair Bolsonaro transita com desenvoltura no Legislativo, passa por portas palacianas sem agendas e virou alvo de demandas diversas suprapartidárias. Emplacou um ministro no Supremo Tribunal Federal – ele é o principal padrinho da indicação de Nunes Marques, e comemorou abertamente no Twitter – e pode conquistar a presidência da Câmara dos Deputados na figura de Arthur Lira, deputado de seu partido que apadrinha. É do Progressistas uma das futuras vagas na iminente minirreforma ministerial.

 

Na moita

Ciro articula levar para a legenda um nome de vitrine para indicar de vice na chapa presidencial da tentativa de reeleição de Bolsonaro, cujas tratativas já começaram.

 

Ser com discrição

O senador ativou o modo ‘ser sem ser visto’ e ganhou a confiança do presidente da República. Mas é especulação qualquer menção a ele como eventual vice na chapa, por ser alvo da Operação Lava Jato como um dos ilustres da Lista de Janot, o ex- PGR.

 

Pé de guerra

A corrida pelas presidências da Câmara e do Senado rachou de vez o DEM. O presidente da Câmara (DEM-RJ), Rodrigo Maia (RJ), e o presidente nacional do partido, ACM Neto (BA), estão em pé de guerra por causa dos deputados que contrariam a orientação da bancada e declaram voto em Arthur Lira (PP-AL).

 

Véspera

Maia esperava mais engajamento do presidente do DEM na campanha de Baleia Rossi (MDB-SP). Sem a intervenção de ACM, a maioria dos democratas ameaça, às vésperas da eleição, derrotar Maia e fechar com o bloco de Arthur Lira.

 

Fissura

Outra fissura no DEM envolve Rodrigo Maia e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (AP). Os dois não se falam desde que o STF barrou a possibilidade de reeleição no Congresso. Recente, Alcolumbre ignorou o ofício de Maia com pedido para convocação da Comissão Representativa do Congresso Nacional.

 

Rival

Estagnada, a candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS) (FOTO) à presidência do Senado perde apoio até dentro da bancada emedebista. Pelo menos quatro – dos 15 senadores – já falam em votar no rival Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

 

Privatizações

Para acalmar o mercado e evitar novas baixas, a equipe econômica tem posicionado a investidores que a agenda de privatizações tende a avançar no Congresso com a eleição de aliados do Planalto para os comandos da Câmara e do Senado. Wilson Ferreira deixou a presidência da Eletrobras por conta das dificuldades de desestatização da empresa.

 

Dever de casa

Antes de decidir o partido ao qual irá se filiar após as eleições do Congresso, o presidente Jair Bolsonaro quer saber, com detalhes, como está a atual situação em cada Estado das siglas que o convidaram. O PTB já fez o dever de casa e entregou ao presidente um “dossiê” sobre atuação e alianças do partido até em municípios.

 

Segunda onda

Medidas de distanciamento menos rígidas podem agravar a segunda onda de Covid-19. É o que aponta estudo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea): “Entre os meses de abril e dezembro de 2020, o grau de rigor das medidas de distanciamento diminuiu de 6,3 para 2,9 (-54%) – em uma escala de 0 a 10. No mesmo período, o número médio de novos óbitos aumentou de 1,0 para 3,1 por 1 milhão de habitantes”.

 

Fura-fila

O senador Plínio Valério (PSDB-AM) propõe alterar o Código Penal para tipificar como crime a “burla à ordem de vacinação”. Pela proposta do tucano, quem furou fila pode pegar prisão de três meses a um ano, mais multa. Se o agente for autoridade ou servidor púbico, a pena pode chegar a um ano e meio.

 

Painel

O painel artístico feito por artistas para o projeto beneficente do Instituto da Primeira Infância (Iprede) foi retirado do Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza. À Coluna, a Fraport Brasil, que administra o terminal, diz que “o quadro foi retirado em função das obras”e depois será reinstalado.

 

ESPLANADEIRA

# Presidente da Frente Parlamentar Brasil-China, deputado Fausto Pinato (PP-SP), emitiu uma nota agradecendo ao presidente chinês Xi Jinping por permitir a exportação de insumos para a produção de vacinas contra o Covid-19. # Confiança do consumidor caiu pelo quarto mês consecutivo, segundo Índice da Fundação Getulio Vargas (FGV). # Termina na sexta, 29, o prazo para a regularização e inscrição no Simples Nacional das micro e pequenas empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano. # Faleceu ontem, 26, Ruth Vidal Martins, esposa do jurista Ives Gandra.

Queda de popularidade acende o alerta do Planalto

A queda da popularidade do presidente Jair Bolsonaro e os protestos pró-impeachment realizados no fim de semana em 21 capitais e no Distrito Federal colocaram o Planalto em estado de alerta. O presidente mantém o discurso de que não está preocupado com popularidade nem pesquisa, mas assessores e ministros próximos temem que os indicadores de reprovação sigam em alta. A recente pesquisa Datafolha mostrou que 40% dos entrevistados classificaram o governo como ruim ou péssimo. O índice era de 32% no último levantamento, entre 8 e 10 de dezembro.

 

Auxílio

Os auxiliares de Bolsonaro apontam o fim do auxílio emergencial como um do principais motivos para a queda na popularidade. Por isso, a prorrogação do benefício ganhou força no governo nos últimos dias, mas esbarra no Ministério da Economia e na falta de espaço no orçamento.

 

Adesão

No Planalto, a avaliação é de que a adesão aos protestos pró-impeachment está baixa e, por ora, não preocupam. Mas o governo vai manter o monitoramento para medir a aumento ou arrefecimento do clima das ruas.

 

Mais um

Sindicatos pretendem convocar novos protestos para 1º de fevereiro, dia das eleições na Câmara e no Senado. Amanhã, os partidos Rede, PSB, PT, PCdoB, PDT e PSOL protocolam mais um pedido de impedimento de Bolsonaro. Desde o início de seu mandato, 61 foram protocolados na Câmara.

 

CCJ

Depois de derrotar a cúpula do partido e garantir o apoio ao candidato do Planalto, Arthur Lira (PP-AL), a ala bolsonarista do PSL quer se manter no comando da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante da Câmara.

 

Atribuição

O colegiado é presidido atualmente pelo deputado Felipe Francischini (PSL-PR). Uma das atribuições da CCJ é decidir sobre o seguimento ou arquivamento de eventuais processos de impeachment contra Bolsonaro.

 

CPI

Em meio as articulações com o Planalto para eleger Arthur Lira (PP-AL) na Câmara, o Centrão atua para barrar o pedido de CPI que visa investigar a conduta do governo federal na pandemia e apurar responsabilidades pela falta de oxigênio no Amazonas.

 

Foco

Líderes do bloco de Lira – que soma mais de 260 deputados – alegam que a CPI do Coronavírus desviaria o foco do Congresso. A Rede Sustentabilidade e o PSB começaram, na última semana, a coletar assinaturas para criar a comissão. Para ser instalada, a CPI precisa ter o apoio de pelo menos um terço da Câmara, 171 deputados.

 

Calamidade

Chegou aos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), a carta do Comitê Nacional de Secretários da Fazenda (Comsefaz) na qual pedem a prorrogação da calamidade pública e do auxílio emergencial.

 

Colapso

Os secretários frisam que o número de infectados voltou a crescer exponencialmente com a segunda onda e há risco de se repetir em outros estados o cenário de colapso sanitário que Manaus (AM) atravessa. Pedem também a suspensão do pagamento de precatórios e apoio às empresas, principalmente às pequenas e médias.

 

Voto aberto

A uma semana das eleições no Congresso, deputados e senadores tentam derrubar a votação secreta. Na Câmara, projeto de resolução neste sentido será apresentado pelo PSOL. E no Senado, já tramita o projeto (PRS 53/2018), do senador Lasier Martins (Podemos-RS), para acabar com o sigilo na escolha do chefe do Legislativo.

 

Atendimento

A entidade Pró-Vida está concluindo a construção de um Centro de Atendimento à Mulher na cidade Estrutural, em Brasília.

 

Esplanadeira

# Lançamento do livro “O Passeio de Dendiara”, da diplomata Ana Beltrame, pela Tema Editorial, acontece amanhã, 27. # Livro “Memórias de filhos de exilados políticos” será lançado, de forma virtual, dia 30, às 19h, pela editora Mourthé. # ASSERJ promove curso online de extensão Gestão Estratégica de Supermercados a partir do dia 2. # iGUi mantém vendas de piscinas em alta e registra crescimento de 277% em dezembro.

Alto risco

Dois anos depois da tragédia de Brumadinho, que provocou a morte de 270 pessoas e devastação ambiental, 51 barragens em todo o país estão classificadas como “alto risco”. A maioria delas (42) está em Minas Gerais, estado do desastre ocorrido em 25 de janeiro de 2019. As outras barragens sob risco estão no Amapá (2), Mato Grosso (4), Pará (1), Goiás (1) e Rio Grande do Sul (1). Os dados, solicitados pela coluna, são do Relatório Quantitativo da Agência Nacional de Mineração (ANM).

 

Médio

As barragens classificadas como “risco médio” somam 58 – são 28 em Mato Grosso e oito em Minas Gerais – e as de “risco baixo”, 326.

Orçamento

Responsável por regular as atividades minerárias no Brasil, a ANM terá redução de 24% no orçamento. Foram R$ 90 milhões em 2020 e este ano será de R$ 68 milhões, posiciona o órgão à coluna.

Auxílio

O auxílio emergencial – metade de um salário mínimo – pago pela mineradora Vale aos moradores de Brumadinho vence no próximo dia 31. Hoje, os beneficiários fazem novo protesto pela extensão do auxílio.

SUS

Só com a decisão de abrir mão da cobrança do DPVAT, o governo perdeu cerca de R$ 3 bilhões que iriam direto para o Ministério da Saúde. Quando foi criado pela Lei 6.194/74, governo federal e Cia. Líder, consórcio formado pelas seguradoras, acordaram que metade dos valores pagos pelos proprietários de veículos iriam para a pasta, para cobrir despesas hospitalares, já que a maior parte das vítimas de acidentes de trânsito acaba atendida por hospitais públicos.

Isenção

Esse reembolso antecipado ocorreu ao longo de mais de quatro décadas, beneficiando diretamente o Sistema Único de Saúde (SUS). Com a isenção deste ano, em meio à crise provocada pela pandemia do coronavírus, o Ministério da Saúde terá de arcar com 100% das despesas médico-hospitalares de todos os acidentes que ocorrem no Brasil.

Lesa pátria

Ao zerar as cobranças do DPVAT, Bolsonaro pode ter incorrido no crime de improbidade administrativa, pois retirou receita do Ministério da Saúde e eliminou pagamento de impostos federais, como PIS, Cofins e IR.

 

Fritura

Com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sob escaldante fritura, o líder do governo Bolsonaro na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), voltou a ser cotado para assumir o comando da pasta que chefiou durante o governo de Michel Temer.

Frentes

Em busca de votos e tentando conter dissidências de partidos que já lhe declararam apoio, Baleia Rossi (MDB-SP) concentra as articulações nas frentes parlamentares. Promete, se eleito, trabalhar para incluir os professores na lista de prioridades da vacinação para atrair o apoio da Frente da Educação.

 

Plumagem

Deputados do PSDB recebem diariamente mensagens de caciques tucanos de alta plumagem – como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso – com pedidos de votos em Baleia Rossi (MDB-SP). A bancada de 33 deputados, no entanto, mantém-se dividida com maioria para Arthur Lira (PP-AL).

Ordem

No PT, a ordem é não votar em Arthur Lira, candidato apoiado por Bolsonaro. O líder da bancada, Ênio Verri (PR), nega ‘rachadura’ no partido: “Não tem voto para o Arthur. No PT, a gente se mata internamente, mas depois que fechou, nem se discute mais. Decidimos integrar o bloco do Baleia, não tem rachadura, não tem divisão”.

Queda

O comércio exterior na América Latina e no Caribe registrou o pior desempenho desde a crise financeira global de 2008 e 2009. O valor das exportações na região caiu 13% em 2020, enquanto as importações recuaram 20%, segundo relatório da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal).

Esplanadeira

# Trabalhadores terminaram 2020 menos otimistas quanto à busca por emprego, renda e carreira, segundo o Índice de Confiança do Trabalhador, do LinkedIn. # Estudo da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza revela que foram mapeados e diagnosticados 177 negócios de impacto socioambiental positivo na Mata Atlântica. # Em 2020, houve um crescimento de 6,7% no preço dos aluguéis em São Paulo, valor acima da Inflação (IPCA-15), que ficou em 4,2% no ano, segundo Imovelweb.

Apelo a Xi Jinping

Deputados e senadores recorrem até ao presidente Xi Jinping com pedido de ajuda para a liberação das exportações dos insumos para fabricação das vacinas CoronaVac e Oxford/Astrazeneca no Brasil. Em virtude da interrupção no fornecimento pela empresa Sinovac ao Instituto Butantan e à Fundação Oswaldo Cruz, o estoque de vacinas está comprometido para os próximos dias. O Brasil fica numa situação constrangedora frente à China após episódios que estremeceram a relação entre os dois países. Em um deles, no ano passado, o deputado Eduardo Bolsonaro sugeriu que a China seria a culpada pela pandemia do coronavírus.

 

Intervenção

Em carta na qual pede “intervenção” do presidente chinês, o presidente da Frente Parlamentar Brasil-China, deputado Fausto Pinato (PP-SP), reforça que a liberação dos insumos é imprescindível para que o Brasil não desacelere o programa de vacinação. Para o deputado, falta habilidade ao chanceler Ernesto Araújo nas relações com a China.

 

Compreensão

Presidente do Grupo Parlamentar Brasil-China, o senador Roberto Rocha (PSDB-MA) também enviou oficio ao embaixador da China, Yang Wanming, no qual pede “compreensão humanística”.

 

Razões

O governo brasileiro ainda não procurou a embaixada chinesa e não houve nenhum tipo de diálogo para tratar do assunto, conforme informou o embaixador Yang Wanming ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O atraso na liberação de insumos chineses, segundo Wanming, se deve a razões técnicas e não políticas.

 

Além-fronteiras

As manifestações nas redes sociais em português e em inglês do governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), são vistas como uma estratégia do tucano para entrar no radar de empresários e políticos de todo o mundo e se cacifar como presidenciável além-fronteiras.

 

Shut up, Bolsonaro

Em dois tweets recentes, Doria cumprimentou – em inglês – o presidente Joe Biden pela posse e mandou Bolsonaro calar a boca (shut up) após o presidente ter dito que quem decide se um povo vai viver na democracia ou na ditadura são as Forças Armadas.

 

Cloroquina

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), poderá proibir o governo federal de veicular qualquer informação que propague, induza ou incentive o uso de medicamentos sem comprovação científica como forma de tratamento precoce contra a covid-19, como cloroquina, nitazoxanida, hidroxicloroquina e ivermectina.

 

Ação

Na ação protocolada no STF, o PSOL sublinha que “não há medicamentos com efeitos comprovados contra a covid-19”. Registramos aqui que, apesar de o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, ter dito que nunca indicou remédio para o tratamento da doença, a pasta lançou Nota e um aplicativo com recomendações de uso dos medicamentos.

 

Contrapartida

Ao declarar apoio – por unanimidade – ao candidato do Palácio do Planalto, Arthur Lira (PP-AL), o PTB, partido presidido pelo ex-deputado Roberto Jefferson, mira a recriação do Ministério do Trabalho na provável reforma que será feita na Esplanada após as eleições na Câmara e no Senado.

 

Escândalos

Extinta por Bolsonaro, a pasta foi chefiada pelo PTB durante o governo de Michel Temer. A gestão petebista foi marcada por acusações de envolvimento em práticas criminosas por parte de servidores do alto escalão. Jefferson chegou a indicar a filha, Cristiane Brasil (PTB-RJ), para assumir o comando do ministério. A posse, no entanto, foi barrada pela Justiça.

 

BB

O deputado André Figueiredo (PDT-CE) vê na reestruturação do Banco do Brasil tentativa do governo de pavimentar o caminho para a transferência de seu controle à iniciativa privada. O parlamentar aguarda resposta de requerimento que enviou ao ministro Paulo Guedes (Economia) no qual pede descrição das unidades a serem extintas, com especificação do município e unidade da federação a que pertencem.

 

Ranking

Conforme ranking do Banco Central, as instituições financeiras que mais tiveram reclamações no quarto trimestre de 2020 foram: Banco Inter, conglomerado (banco e subsidiárias) do Banco Itaú e o conglomerado da Caixa Econômica Federal. As principais queixas são relacionadas a problemas na oferta ou na prestação de informação sobre crédito consignado, operações de crédito e cartões de crédito.

 

Esplanada

# Setter cria nova unidade de negócios, “Setter Tech”, voltada ao atendimento de companhias dentro do ecossistema empreendedor. # Windsor Plaza Brasília celebra seis anos, este mês, com novidades, incluindo piscina aquecida. # DFL doa três mil testes de covid para combate à pandemia nas comunidades carentes.

Defesa da Cloroquina

A declaração do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello (foto), de que nunca indicou remédio para o tratamento da covid-19, contrasta com a Nota Informativa (Nº 17/2020) na qual constam orientações da pasta para o “manuseio medicamentoso precoce” de pacientes com diagnóstico da doença. No documento de 74 páginas, é recomendado o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina sob argumento, entre outros, de que diversas instituições, tanto internacionais quanto nacionais, preconizam o uso dos dois medicamentos – que não têm eficácia comprovada – em pacientes.

 

Dosagem

A nota contém diversas orientações para o uso dos medicamentos, como dosagens para sintomas leves, moderados e graves, e para crianças: “Os pediatras devem estar alertas para o pronto reconhecimento destes casos, incluindo crianças com febre prolongada e não esclarecida, possibilitando o reconhecimento e o manejo adequado e oportuno”.

 

TrateCOV

Dias atrás, em meio ao colapso em Manaus, o Ministério da Saúde lançou o TrateCOV. Voltado para profissionais da Saúde, o aplicativo também recomenda e orienta o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina.

 

TCU

Deputados do PT e do Psol foram ao Tribunal de Contas da União (TCU) e ao Ministério Público com pedido de investigação de Eduardo Pazuello, após o ministro pressionar a Prefeitura de Manaus a receitar o uso de cloroquina e outros medicamentos sem eficácia comprovada.

 

Estoque

O Exército ainda tem 391.260 comprimidos de cloroquina no estoque. À coluna, o Centro de Comunicação afirma que seu Laboratório Químico Farmacêutico não está mais produzindo o medicamento.

 

Sobrepreço

No ano passado, o Exército pagou 167% a mais pelo principal insumo para produção da cloroquina (difosfato). Em justificativa ao TCU, alegou que a compra – com sobrepreço – foi feita devido à “necessidade de produzir esperança para corações aflitos”.

 

Solidariedade

Embora a cúpula do Solidariedade tenha declarado apoio ao candidato de Rodrigo Maia (DEM-RJ), Baleia Rossi (MDB-SP), a maioria dos deputados da legenda mantém o voto em Arthur Lira (PP-AL). A bancada tem 14 parlamentares, dois quais pelo menos oito divergem da orientação do partido e seguem com o candidato do Palácio do Planalto.

 

Avulsos

A um mês da eleição que vai escolher o sucessor de Rodrigo Maia (DEM-RJ), outras legendas – como PSDB e DEM – também estão na mesma situação do Solidariedade: fechados oficialmente com Baleia Rossi (MDB-SP), mas com deputados avulsos em campanha para Arthur Lira (PP-AL).

 

Zé Esplanador

Nosso leitor assíduo e ícone da coluna, o Zé Esplanador – seu lema é Perguntar não ofende, Cobrar é de direito – estava sumido. Rodou o Brasil quieto nos últimos dois meses e volta irritado com muitos desmandos que viu. Hoje, comenta a vacina salvadora.

 

Picadeiro

Para Zé Esplanador, bastavam o assistente médico e o (a) morador (a) para o início da vacinação, mas o Brasil é um circo sem lona. Têm que aparecer na foto os governadores, prefeitos, secretários de Saúde etc. E não será diferente no Ministério da Saúde. Isso aqui é uma tragicomédia há 521 anos.

 

Leitos

O Ministério Público Federal ingressou com ação civil pública para que a Justiça determine a habilitação de leitos UTI para pacientes com covid-19 de forma mais ágil e transparente. O MP constatou lapso de até três meses entre a solicitação da habilitação e o atendimento pelo Ministério da Saúde.

 

Rombo

O rombo nas contas públicas do governo poderá chegar a R$ 218,2 bilhões em 2021, prevê a Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado Federal. O relatório da IFI também mostra que os gastos com a covid-19 já somam, neste ano, R$ 36,1 bilhões.

 

Esplanadeira

# Frazão Leilões vai leiloar 27 imóveis do Itaú Unibanco, dia 28, às 11h. # Julian Tonioli, sócio da Auddas, participa do T.Connect – Construindo Empresas Exponenciais, dia 26. # Escritor Guilherme Kujawski fala sobre transformação digital durante o Meet Up #1, promovido pela École Intuit Lab (EIL), hoje (20), às 17h. #Escritora brasileira, Isa Colli, lança livro infantil “Luke, o Macaco Atleta”, em francês, dia 21, às 16h. # Ironfisio inaugura polo Icaraí, no Rio de Janeiro, dia 21.

Operação Lira

Acossado pela ameaça de impeachment, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) intensifica as articulações para evitar reveses no Congresso, principalmente na Câmara, onde processos por crime de responsabilidade contra presidentes começam a tramitar. Bolsonaro tem recebido deputados do Centrão em seu gabinete diariamente. A agenda privilegia bancadas que, apesar de terem declarado apoio ao candidato do Planalto, Arthur Lira (PP-AL), ainda estão divididas. A ordem é afinar o discurso e ampliar os votos para evitar que o grupo de Rodrigo Maia (DEM-RJ) vença a disputa.

 

Alerta

No Planalto, a avaliação é de que, por ora, não há ameaça de impeachment, mas Bolsonaro e a cúpula do governo estão em alerta para eventuais desdobramentos após a definição, em fevereiro, dos novos comandos da Câmara e do Senado.

 

Recorde

Bolsonaro é o presidente recordista em pedidos de impeachment. Já são 60 protocolados e, nesta semana, será alvo de mais um – por suposta responsabilidade no colapso da saúde em Manaus.

 

Carta

Candidato de Rodrigo Maia (DEM-RJ), o deputado Baleia Rossi (MDB-SP) angariou o apoio da oposição após concordar com a carta de compromisso que prevê, no item 3.6: “Dar resposta a crimes do Executivo, incluindo analisar denúncias de crimes do presidente da República”.

 

Cadastro

Previsto no Plano Nacional de Imunização entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF), o cadastro do Ministério da Saúde para identificar cidadãos que já se vacinaram contra o novo coronavírus ainda não foi implementado.

 

Vacina Já

O cadastro do governo de São Paulo, Vacina Já, foi disponibilizado logo pós a aprovação do uso emergencial da CoronaVac pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Nos municípios, como em Uberlândia (MG), o cadastro, pelo site da prefeitura, também começou no domingo.

 

Bancada de risco

Dos 513 atuais deputados da Câmara, cerca de 140 têm mais de 60 anos e são propensos a ter mais complicações entre os infectados pelo novo coronavírus. Em meio à escalada da pandemia, a bancada de risco terá que estar presente à votação que vai eleger o novo presidente da Casa, em 1º de fevereiro.

 

Aglomeração

Pela controversa decisão da Mesa Diretora da Câmara, a votação se dará por meio de urnas que serão instaladas no Salão Verde e salas de comissões – locais abafados e com pouca ventilação.

 

Traições

Em ampla desvantagem frente ao bloco de Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a senadora Simone Tebet (MDB-MS) tenta engrenar sua candidatura e busca individualmente senadores de partidos que já declararam apoio ao democrata. A votação, no dia 1º de fevereiro, é secreta – o que abre possibilidade de traições e dissidências à orientação das cúpulas dos partidos.

 

Clima

Com o apoio de nove bancadas, além de senadores avulsos de partidos que estão com Tebet – como Podemos e PSDB -, Pacheco já soma 44 votos, três a mais que o necessário para levar a Presidência do Senado. O clima, discreto no bloco, é de “já ganhou”.

 

Ford

O fechamento das três unidades da Ford – Bahia, Ceará e São Paulo – resultará em uma perda potencial de 118.864 mil postos de trabalho diretos e indiretos. Já a queda de arrecadação de tributos e contribuições ficará na ordem de R$ 3 bilhões ao ano, segundo estimativas do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

 

Abrace a Vacina

Organizações da sociedade civil, como a CNBB, e especialistas em Saúde pública do Brasil lançaram a campanha “Abrace a Vacina”. Para dom Walmor Oliveira, presidente da CNBB, a cura da pandemia “exige compromisso com a verdade e a verdade que precisa ser afirmada agora é que a vacina é a arma mais eficaz no combate à covid”.

 

Esplanadeira

# Imovelweb lança “Troca Fácil”, solução que traz facilidades para quem quer trocar de imóvel. # Fina Flor Bronzeamento promove Dia D Plus, dia 23, às 8h. # Marfrig, empresa de proteína bovina, cria Diretoria de Saúde Ocupacional. # Duo Santoro apresenta concerto “O Compositor é Vivo!” em sua página oficial no YouTube, dia 2, em comemoração aos 30 anos de carreira.

CPIs

Das 13 solicitações de instalação de CPIs que chegaram à Mesa Diretora da Câmara, nos últimos dois anos, apenas três foram autorizadas pelo presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) – FOTO – e depois instaladas pelos deputados.

 

Perseguição política

Os pedidos de indenização por perseguição política na Ditadura Militar rejeitados pela Comissão de Anistia saltaram de 333, em 2019, para 1.166 no ano passado. De acordo com dados do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), solicitados pela coluna, do total de processos julgados em 2020, apenas 11 pedidos foram deferidos. Em 2019, foram 21. Os dados de 2018 estão indisponíveis devido à migração do sistema da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça para a pasta da Mulher.

 

Cofres

Sobre a economia para os cofres públicos, o ministério afirma que não é possível mensurar, “considerando que cada processo traz análises específicas quanto ao pagamento de Prestação Única ou Prestação Mensal Permanente e Continuada, e que a concessão pode ocorrer por período ou cargos e funções distintas”.

 

FAB

No ano passado, foram anuladas 400 anistias concedidas irregularmente a ex-cabos da Força Aérea Brasileira (FAB). “O que se pode afirmar com segurança é que a economia para os cofres públicos nos processos dos CABOS FAB está na casa de R$ 4,2 milhões por mês”, informa a pasta.

 

Infiltrado

Entre os pedidos negados em 2020, como registramos aqui, está o do famoso Cabo Anselmo, militar infiltrado em movimentos subversivos e que entregou centenas de guerrilheiros durante o regime militar.

 

Óleo

Somente uma comissão – que apura o derramamento de óleo no Nordeste – está “em funcionamento”, de acordo com dados repassados à coluna pela Mesa. Duas já foram encerradas: CPI do BNDES e outra que apurou a tragédia da Vale, em Brumadinho.

 

Condição

Antes de selar apoio ao candidato do bloco de Rodrigo Maia, Baleia Rossi (MDB-SP), partidos de oposição cobraram do emedebista o compromisso de que Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) não serão engavetadas. Rossi garantiu que, se eleito, irá cumprir.

 

Cargos

Em ofensiva para minar o discurso de “independência” do adversário Baleia Rossi, o deputado Arthur Lira (PP-AL) tem mencionado nomes que ligam o MDB ao Planalto, como líderes no Congresso e cargos na Esplanada, principalmente nos ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento Regional (MDR).

 

Exigência

Antes de autorizar o uso das doses da vacina contra a covid-19 que serão importadas da Índia, a Anvisa quer que a Fiocruz prove que o imunizante é semelhante ao do Reino Unido. Também quer saber se o método de produção e os materiais utilizados são os mesmos.

 

Importação

A Anvisa já aprovou a importação de dois milhões de doses da vacina fabricada pela empresa Serum Institute of India. “O objetivo desta avaliação é garantir a equivalência quanto à resposta da imunogenicidade, ou seja, a habilidade de a vacina ativar resposta ou reação imune”, justifica a Agência.

 

Balança

A balança comercial brasileira registrou superávit de U$ 50,995 bilhões em 2020, de acordo com o Ministério da Economia. O valor supera o saldo de 2019, quando foi registrado superávit de US$ 48,036 bilhões.

 

Em massa

Mais de cinco mil denúncias de disparos em massa ilegais chegaram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no ano passado. Os dados foram repassados ao WhatsApp que identificou 3.527 contas válidas e baniu 1.042 números (29,5%) por violação de seus Termos de Serviço.

 

Esplanadeira

# Pathfind dobra faturamento com inovação em soluções logísticas. # Empresa especializada em saúde e segurança do trabalho RHMED|RHVIDA torna-se signatária da Rede Brasil do Pacto Global da Organização das Nações Unidas.

Decretos de calamidade em vigor no país

Antes de o ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, decidir manter em vigor as medidas sanitárias emergenciais para o enfrentamento do novo coronavírus, pelo menos oito estados, o Distrito Federal e alguns municípios já haviam renovado os decretos de calamidade. O ministro atendeu a um pedido da Rede Sustentabilidade. Na decisão, também manteve a determinação para que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância) libere o uso emergencial de vacinas em até 72 horas após o pedido.

 

Recrudescimento

Ao justificar a prorrogação das medidas – sem prazo definido – Lewandowski sublinhou “que a pandemia, longe de ter arrefecido o seu ímpeto, na verdade dá mostras de encontrar-se em franco recrudescimento”.

 

Vitória

Para o senador Randolfe Rodrigues, da Rede (AP), a decisão é uma vitória: “A pandemia não acabou e a omissão do Governo prejudica de forma absurda nossa população”.

 

Gradativo

Para a Secretaria de Política Econômica, vinculada ao Ministério da Economia, não houve retirada “abrupta” do auxílio emergencial. “O fim (do auxílio) foi gradativo e amplamente anunciado”, posiciona o órgão.

 

Mega

Mais de 6 milhões de reais deixaram de ser resgatados este ano por ganhadores da Mega-Sena. Após a realização dos sorteios, os prêmios prescrevem em 90 dias. Os recursos dos bilhetes premiados – não resgatados no prazo – são repassados ao FIES, programa de financiamento do ensino superior.

 

Virada

As loterias federais arrecadaram este ano, até o momento, R$ 15,7 bilhões, conforme dados da Caixa solicitados pela Coluna. Valor abaixo do registrado em 2019: R$ 16,7 milhões. A Mega-Sena da Virada sorteia hoje R$ 300 milhões.

 

Dissidente

A disputa pela sucessão de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Câmara poderá ter pelo menos cinco candidatos. Além dos já anunciados – Arthur Lira (PP-AL) e Baleia Rossi (MDB-SP) – Fábio Ramalho, do MDB de Minas, mantém a intenção de disputar o comando da Casa.

 

Posição

Indeciso sobre o apoio ao candidato Baleia Rossi (MDB-SP), o bloco de oposição (PT, PDT, PSB e PCdoB) cogita lançar candidatura própria. Para marcar posição, o Psol, bancada que reúne dez deputados, também terá um parlamentar na disputa em fevereiro.

 

Comissões

Candidato apoiado pelo Planalto, Arthur Lira (PP-AL), se eleito, concorda em reduzir o número de comissões permanentes – atualmente 25 – da Câmara. Também garante independência Casa e votação de reformas, em resposta a uma carta assinada por 29 deputados que ainda não declararam apoio a nenhum dos candidatos.

 

Privilégios

O grupo dos 29 defende ainda que o próximo presidente da Câmara implemente medidas como a revisão da estrutura organizacional e de carreiras, a redução e racionalização dos gastos dos gabinetes e a eliminação de privilégios.

 

Paridade

O Recife concluiu a reforma do secretariado. Nove, das 18 pastas, serão chefiadas por mulheres. Os demais cargos de lideranças, como diretorias, secretarias executivas, empresas de economia mista e autarquias seguirão o mesmo modelo. É a primeira cidade do Brasil a alcançar a paridade do gênero.

 

Doação

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) doou R$ 20 milhões para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para apoiar as ações de combate ao novo coronavírus.

 

Registro

A entrega final de documentos para registro da vacina de Oxford no Brasil deve ser feita até 15 de janeiro, prevê a Fiocruz. A estimativa, segundo a Fundação, é de que o primeiro lote (com 1 milhão de doses) seja entregue entre os dias 8 e 12 de fevereiro.

 

ESPLANADEIRA

# Disensa, rede de franquias de materiais de construção, inaugura dez lojas com bandeira MAX até janeiro. # Global Trend chega ao final de 2020 presente em 90% do território nacional. # Americanas amplia sortimento de produtos das marcas exclusivas School Basics e Office Basics. # Parceiro da Construção, plataforma da Saint-Gobain, promove a partir de janeiro treinamentos para profissionais de arquitetura e construção.

Bolsonaro é cabo eleitoral de Arthur Lira

O presidente Jair Bolsonaro está gastando a caneta para eleger o amigo de longa data Arthur Lira (PP-AL) presidente da Câmara dos Deputados. Apoiado por dez partidos, Lira tem ligado para 15 deputados por dia, para confirmar votos ou pedir. Baleia Rossi (MDB-SP) é o nome de Michel Temer – padrinho de Rodrigo Maia (DEM-RJ) no cargo atual. Foi Temer quem fez Maia, e foi ao ex-presidente que o deputado recorreu agora na tentativa de articular uma grande frente suprapartidária contra Bolsonaro.

 

Cenário

Caso Baleia seja eleito, a vitória é de Temer e do MDB, e um risco para Bolsonaro, que terá de negociar dobrado suas pautas e pode ver o fim de seu mandato em 2022 amarrado a tratativas num Congresso que vai dificultar a agenda do Palácio do Planalto.

 

Preço

O MDB vai exigir o Ministério da Saúde para o partido, na figura do deputado Osmar Terra (RS). Esse será o preço do apoio em 2021, com Baleia eleito na Câmara ou não.

 

Incoerência

A ala bolsonarista na Câmara acusa o MDB de “incoerência” interna. Deputados dizem que não dá para ser governo no Senado (com dois líderes) e “oposição” na Câmara – com a candidatura do presidente nacional do partido apoiada pelo bloco de esquerda.

 

Dobrou

O pagamento de emendas parlamentares dobrou este ano em relação a 2019. Dados atualizados do Siga Brasil, plataforma do Senado que monitora o orçamento público federal, mostra que o governo desembolsou R$ 20,6 bi para bancar despesas indicadas por deputados e senadores. No ano passado, o valor foi de R$ 10 bi.

 

É dose

Cerca de 5 milhões de pessoas de mais de 40 países ao redor do mundo já foram vacinadas contra o Covid-19. No Brasil, por enquanto, ainda não há data definida para o início da campanha nacional de vacinação. A Argentina começará a imunizar sua população a partir de hoje.

 

 

Emergencial

A Anvisa não recebeu, até o momento, nenhum pedido de uso emergencial das quatro vacinas que estão em análise. A Agência já fixou prazo de 10 dias para avaliar eventuais pedidos emergenciais para a liberação do imunizante.

 

PF

Os casos confirmados de servidores contaminados pelo Covid-19 na Polícia Federal aumentaram 151% entre setembro e dezembro. Chama a atenção também a expansão de casos sob averiguação: 139%. Entre servidores da ativa e aposentados, o número de mortos aumentou mais de 65%.

 

PF 2

Os dados foram repassados à Federação Nacional dos Policiais Federais pelos sindicatos estaduais. Em números absolutos, isso significa que há, pelo menos, 868 servidores da PF contaminados pela doença e 15 mortos. Os números podem ser ainda maiores, uma vez que alguns sindicatos não conseguiram passar a estatística para a Federação.

 

Voto

O Brasil vai pagar nos próximos dias US$ 113,5 milhões – parte de uma dívida total de US$ 390 milhões – para não de perder direito de voto na ONU em 2021. O dinheiro sairá de crédito suplementar (sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro) que, além de bancar parte da dívida com a ONU, irá reforçar o caixa de ministérios.

 

Fechado

Resorts de Las Vegas estão fechando os cassinos ou até todo o complexo de segunda a quinta-feira diante do baixo movimento das últimas semanas. Por economia de custos, segundo informações do Boletim de Notícias Lotéricas (BNL).

 

Confiança

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) atingiu 114,9 pontos neste mês, frente aos 113,1 pontos registrados em novembro, segundo a FGV (Fundação Getulio Vargas). É o maior nível desde maio de 2010, quando registrou 116,1 pontos.