Heraldo Almeida

Cléverson Baia no Projeto MPA

Exclusivamente para esse show ele convidou artistas de diversos segmentos, estilos, e gerações diferentes como: Francisco Lino da Silva, (o menestrel do samba amapaense, também cantor e compositor, além de fundador de Boêmios do Laguinho); cantor e compositor Cássio Pontes (com várias obras auturais e com parceiros registradas em discos); Banda Macacos Pelados (nova geração do cancioneiro amapaense) e do poeta Ozy Rodrigues. Música e poesia juntas.

Encontro marcado todas as sextas-feiras, a partir das 21h, na Choperia Chopp Center. Avenida Presidente Vargas entre as Ruas Hamilton Silva e Manoel Eudóxio – Centro. Sempre com uma agenda diferente.

O Projeto MPA surgiu com o objetivo de unir as artes através da música, fortalecer, resgatar, valorizar, divulgar as produções artísticas culturais do povo amapaense, tendo a música como o carro chefe dessa caravana. 

Projeto MPA

Lançamento

Em seu canal oficial do YouTube já está disponível o teaser do clipe, que será lançado na mesma data. Produzido pela Páprika Filmes e Viralata Filmes e com produção-executiva de Taísa Fernandes, da Vida Criativa, o vídeo foi gravado nas ruínas da antiga fazenda Jambeiro, em Campinas, São Paulo.

Na romântica “Sempre Te Esperei”, Lia Sophia  dá sequência a seu projeto de imersão na música latino-amazônica e apresenta ao público a batida sensual da bachata, ritmo criado na República Dominicana nos anos 1960, que mistura o bolero a outros gêneros musicais do continente, como o cha cha cha e tango. https://www.youtube.com/watch?v=NkyZ_nl12B.

Paralelamente ao lançamento do single e do clipe, Lia trabalha na pré-produção de um novo álbum. A cantora está selecionando repertório, e no início de 2016 entra em estúdio para gravar seu quinto trabalho. (Simone Canto).

Projeto MPA

Na sexta, 13, tem o show “Siga o Som” com Rosane Rodrigues e Loren Cavalcante no Projeto música Popular Amapanse (MPA). A partir das 9 da noite. 

Convidados: Enrico Di Miceli, Laura do Marabaixo, João Amorim, Gabriela Lima, poetas Wilson Cardoso e o grupo Flor Pequena (dança). 

Na Av: Presidente Vargas entre as Ruas Hamilton Silva e Manoel Eudóxio – Centro. Informações: 99111-0201.

Talento

Já com um CD autoral gravado “Arte e Ira”, vem desenvolvendo outros projetos no mesmo segmento. Parabéns.

Piratuba: a Cantoria no Lago

Criada em 1980, a reserva biológica do Lago Piratuba, entre o mar e o mangue, está localizada no município de Cutias do Araguari. Uma área de 395 mil hectares de vida, mas tudo isso pode acabar se suas “maravidas”, doadas pela natureza, continuarem recebendo a ignorância humana. É isso, que o poeta Osmar Júnior chama a atenção em seu projeto musical. Vida.

 

Esse projeto, que canta a vida, é resultado de anos de estudos, idealizado pelo autor, que resultou em um registro de um DVD, CD e um livro(escrito pelo poeta, escritor e parceiro de Osmar Júnior, Fernando Canto), sobre sua visão desse cantador de vidas. A idéia de construir esse projeto veio de estórias e “causos” contados pelo pai e avô de Osmar, ele quando menino ouvia histórias fantásticas sobre aquele santuário de encanto e beleza, chamado Piratuba, lugar onde eles nasceram, cresceram e amaram o lugar, as aventuras de uma vila que um dia existiu no lugar. Depois de anos ouvindo as boas histórias daquele paraíso, o poeta prometeu: “Um dia ainda vou cantar aqui. A minha canção, uma flor desse lugar, essa gente, esse lago são riquezas que precisam ser respeitadas, preservadas e conservadas. Porque de lugares como o iratuba, dependem grande parte da vida no planeta. É isso que eu sou e é isso que eu canto”. Disse o poeta.

 

“Piratuba: A Cantoria no Lago” revela ao mundo em sons e imagens, a beleza da Reserva Biológica do Piratuba, tendo como cenário um local incessível à maioria das pessoas. O resultado do projeto encanta aos olhos e aos sentidos, e emociona pela exuberância do cenário(água, mangue, pássaros, sol, noite, lua e poesia). O poeta doa ao público, mostrando em canções e imagens, para imortalizar seus mais de 30 anos de carreira, o lugar onde nasceram seus ancestrais.

Piratuba: A Cantoria no Lago é a Saga de um Poeta-Cantador em sua Nave-Troco, que canta a vida de seu planeta Amapá, chamando a atenção do mundo para a vida de quem vive naquele paraíso natural, ameaçado de destruição.

Valorizando o que é nosso

Dois projetos, um do Raízes do Bolão e outro do Ciclo do Marabaixo foram habilitados junto ao Ministério da Cultura para acessar recursos. De acordo com a superintende do IPHAN no AP, Juliana Morilhas, o trabalho realizado há três anos tem sido de fortalecimento da cultura. “Nós buscamos parceiros para colaborar na valorização e sustentabilidade dessas tradições”, explicou.

No mês de agosto, o mandato do senador em parceira com o IPHAN promoveu uma oficina de elaboração projetos. A ideia era capacitar os movimentos para acessar os editais do Ministério da Cultura, como os editais de Pontos de Mídia Livre e de Cultura de Redes, que estavam abertos no período.

O edital de Cultura de Redes é destinado a entidades e a coletivos culturais, certificados ou não como Pontos de Cultura, e irá fomentar redes culturais brasileiras locais, com investimentos de mais de R$ 5 milhões. Serão 40 prêmios de R$ 50 mil para projetos de abrangência local, 10 de R$ 100 mil para projetos de abrangência regional e 10 de R$ 200 mil para iniciativas com escopo nacional. (Texto: Carla Ferreira).

Espetacular

Músico, compositor, cantor e produtor Finéias Nelluty está de parabéns pela realização do 7º Amapá Jazz Festival, ocorrido no final de semana (Complexo do Araxá). 

Músicos amapaenses provaram competência e profissionalismo na arte de tocar. Merecido destaque e registro da coluna. Parabéns.

Projeto MPA

Na sexta, 30, tem show do cantor e compositor Paulinho Bastos no Projeto MPA (Música Popular Amapaense). Choperia Chopp Center, a partir das 9 da noite.

Convidados: Patricia Bastos, Enrico Di Miceli, Paulo de Tarso, Joãozinho Gomes, Oneide Bastos e Tiago Quingosta (poesia).

Av: Presidente Vargas, entre as ruas Hamilton Silva e Manoel Eudóxio – Centro. Informações: 99178-6714.

Pavulagem

Em Macapá o grupo musical paraense vem realizar o show “Céu da Camboinha”. No Projeto Botequim (Sesc Araxá), às 7 da noite. Entrada Franca.