Última hora Polícia Política Cidades Esporte

Heraldo Almeida

Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque

O Parque é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral da natureza localizada nos estados do Amapá e do Pará, com território distribuído pelos municípios de Almeirim, Amapá, Calçoene, Ferreira Gomes, Laranjal do Jari, Oiapoque, Pedra Branca do Amapari, Pracuuba e Serra do Navio.
Limita-se ao norte com a Guiana Francesa e com a República do Suriname, estando conectado, através do território ultramarino francês da Guiana Francesa, à Comunidade Européia. Desta maneira, Montanhas do Tumucumaque integra, junto aos parques nacionais da Serra do Divisor, do Cabo Orange, do Pico da Neblina e do Monte Roraima, o conjunto de Parques Nacionais fronteiriços da Amazônia brasileira.
Com uma área de 3. 846. 429,40 ha (38 464 km² ou 8,78 milhões de acres) e um perímetro de 1 921,48 km, Montanhas do Tumucumaque é o maior parque nacional do Brasil e o maior em florestas tropicais do mundo. Foi criado com a finalidade de assegurar a preservação dos recursos naturais e da diversidade biológica, bem como proporcionar a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação, de recreação e turismo ecológico.
O parque Montanhas do Tumucumaque foi criado através de decreto emitido pela Presidência da República, em 22 de agosto de 2002. As terras do parque pertenciam ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA). Um estudo técnico do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), realizado em parceria com o INCRA, segundo indicações do Programa Nacional de Diversidade Biológica (PRONABIO) do Ministério do Meio Ambiente, mapeou a região do parque indentificando-a como prioritária para a manutenção da biodiversidade.
O plano de manejo da unidade de conservação foi publicado em 10 de março de 2010 por meio da Portaria de número 28/2010 do ICMBio. Com colaboração de Luiz Antonio Ferreira Maranhão, o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque não iclui o Município de Pracuuba e a dimensão correta do Parque é de 3.843.429 ha ou 38.464 km². Um dado interessante é Por exemplo: Do município do Oiapoque o Parque abrange 73,4% e do município de Laranjal do Jarí 52 % (Plano de Manejo do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque).

 

 

CARAVANA: uma caravana é um comboio de mercadores, viajantes, peregrinos, torcedores ou qualquer tipo de pessoa, que agrupam-se para percorrer grandes distâncias, muitas vezes por motivo de segurança. Nos desertos, como o do Saara, são movidas por camelos ou dromedários.

 

 

Sim, eu tenho a cara do Saci
O sabor do tucumã
Tenho as asas do Curió
E namoro cunhantã

Nilson Chaves

 

 

Ensaios
Diretorias de quadrilhas juninas já anunciam o início dos ensaios para os festivais deste ano. A partir de abril já começa os pré-concursos.

 

Reforma
Até o momento, não iniciou a reforma do Sambódromo, anunciada em novembro, pelo secretário da Seinf, Alcir Matos, no programa O Canto da Amazônia (Diário FM 90,9).

 

Resenha
Na sexta (4), está agendada a ‘Resenha do Gorila’, no Empório Cervejeiro, com muito samba e pagode. Na av: Mendonça Furtado, 1482 (entre as ruas Hamilton Silva e Manoel Eudóxio Pereira – Santa Rita.

 

Boa música
Cantora e compositora amapaense, Sabrina Zahara está com seu primeiro disco ‘Eu Não Ando Só’, nas plataformas digitais. Um belo repertório de boas músicas. #VisitaLá.

 

Mestres do Samba
Dia 15 de abril, no Centro de Cultura Negra – Laguinho, está agendado para acontecer o show ‘Os Mestres do Samba’, com os mestres de bateria das escolas de samba do Amapá. Aguardem.

 

‘Nazaré’
Título da música de Aline Castro que faz parte do primeiro disco de Sabrina Zahara, disponível nas plataformas digitais.

 

Clipe
Poetinha Osmar Júnior está produzindo o clipe da música ‘Cores e Bandeiras’, que gravou com a participação do grupo Faces da Vida. Vem coisa boa por aí.

 

História do Carnaval no Brasil

O Carnaval é uma das festas populares mais conhecidas no mundo ocidental, sendo a maior festividade do Brasil. Sua origem remonta à Idade Média e tem associação direta com o cristianismo. O Carnaval chegou ao Brasil, durante o período colonial, caracterizado por diversas brincadeiras, como o entrudo.

 

Ao longo do século XX, uma série de ritmos e danças passaram a fazer parte do Carnaval brasileiro. Atualmente, ritmos como o samba, o maracatu e o frevo são seus símbolos. O Carnaval transformou-se na principal festa popular brasileira a partir da década de 1930 e, atualmente, conta com os blocos de rua que acontecem nos grandes centros do país, assim como os desfiles das escolas de samba.

 

O Carnaval foi trazido ao Brasil pelos colonizadores portugueses entre os séculos XVI e XVII, manifestando-se inicialmente por meio do entrudo, uma brincadeira popular. Com o passar do tempo, o Carnaval foi adquirindo outras formas de se manifestar, como o baile de máscaras. O surgimento das sociedades carnavalescas contribuiu para a popularização da festa entre as camadas pobres.

 

A partir do século XX, a popularização da festa contribuiu para o surgimento do samba, estilo musical muito influenciado pela cultura africana, e do desfile das escolas de samba, evento que acabou sendo oficializado com apoio governamental. Nesse período, o Carnaval assumiu a sua posição de maior festa popular do Brasil. (https://brasilescola.uol.com.br/).

 

*****************************************************************

 

Aguardando

Jocildo Lemos e Rogério Furtado estão apenas aguardando o dia 15 de março para serem aclamados presidente e vice da Liesap. Não teve inscrição de outra chapa.

 

Desafio

O futuro presidente da Liesap, Jocildo Lemos, terá um grande desafio para resgatar a credibilidade da instituição e arrumar a casa.

Com o apoio que está recebendo das dez escolas de samba, será mais fácil. #NaTorcida.

 

Inédito

Não eleição da Liesap, dia 15 de março, os candidatos Jocildo Lemos (presidente) e Rogério Furtado (vice) estão recebendo apoio das dez escolas de samba. #Inédito.

 

Calendário

Quadrilha junina Simpatia da Juventude divulgou, em suas redes sociais, seu calendário de eventos: Início dos ensaios (7 de março), show de prêmios e concursos Miss Caipira Gay e Garoto Junino (10 de abril), XX Pré-Forrozão (13 e 14 maio).

 

Coisas de Osmar

Poetinha da Amazônia, Osmar júnior postou em sua página, no Facebook: “Não se preocupe. O Deus conhece seus desejos e pensamentos. Vê você fazendo sexo ou nú, desejando o mau ou bem. Mas para um criador isso não interessa né? O que interessa é a sua sabedoria e amor, não se sinta paranóico. O que é da carne é da carne, o que é do espírito é do espírito”.

 

A pele Que Se Lê

Título da nova música de Rambolde Campos em parceria com Zé Miguel, também, com projeto para virar vídeo clipe.

“Se quiser me chamar de preto, tudo bem, preto eu sou. Mas se quiser chamar por mim, chame de gente, gente eu sou…”.

 

Literatura

Livro do escritor Mauro Guilherme, ‘Histórias de Desamor’ (publicado em 2012), foi republicado como e-book e ganhou nova capa. Podemos encontrá-lo na livraria virtual www.amazon.com.br.

Cantoras de Brasília regravam clássico de John Lennon

Uma música mundialmente conhecida, cinco cantoras de Brasília e um só objetivo: ajudar ao próximo. Inspiradas pela letra da imortalizada canção Imagine, de John Lennon, o grupo feminino de cantoras brasilienses “Elas cantam clássicos” resolveu apoiar a Central Única de Favelas (Cufa) da capital federal oferecendo o que elas têm de mais precioso em troca de doações para a instituição.
“A ideia é fazer exatamente o que a letra prega: um mundo de paz, sem fome, sem guerras com todo mundo compartilhando e vivendo em paz”, salientou. “Dessa música, que se parece com uma oração, vamos fazer uma ação, que é ajudar alguém de forma prática. Escolhemos ajudar, desta vez, a Central Cufa- DF, que vai direcionar a verba para o projeto Cufa Natal Escolar”, completou Ana Lélia, que também é empresária do Girassol Studios e ao lado do produtor Jonathas Pingo.

Além dela, participam desse cover as cantoras Daniela Firme, Nathalia Cavalcante, Ana Clara Hayley e Carol Melo. “A música ficará disponível no Youtube da Cufa-DF e lá terá um link para PicPay em que as pessoas poderão ajudar”, finalizou.

O grupo formado por cantoras autorais e independentes de Brasília surgiu com a finalidade de se ajudarem como artistas independentes, além de ajudarem ao próximo através de parcerias com projetos sociais. O grupo foi criado no ano passado, e até hoje, em razão da pandemia, só se apresentou ao público por duas vezes. (Jennifer da Silva – Suporte MF Press Global)

 

 

CULTURA: É um conceito de várias acepções, sendo a mais corrente, especialmente na antropologia, a definição genérica formulada por Edward B. Tylor, segundo a qual, cultura é “todo aquele complexo que inclui o conhecimento, as crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os outros hábitos e capacidades adquiridos pelo homem como membro de uma sociedade”.

 

 

Sou mãe preta e sonhei com Zumbi
Dizendo pra mim que meus ancestrais
Nasceram das caravelas
De remos que vinham para cá…

Mayara Braga/Zé Maria Cruz

 

 

Feriadão
Sem os desfiles das escolas de samba em Macapá, carnavalescos promovem alguns eventos particulares para não passar em branco o carnaval e o feriadão.

 

Aclamação
Sem outra chapa inscrita, Jocildo Lemos e Rogério Furtado serão aclamados presidente e vice da Liesap, no dia 15 de março. Eles tem o apoio de todas as escolas de samba.

 

Aprovada
Lei Paulo Gustavo de Emergência Cultural foi aprovada na Câmara Federal, na quinta (24), com 411 votos a favor e 27 contra. Serão destinados quase 4 bilhões para a cultura brasileira. Agora segue para a sanção do presidente Bolsonaro, que deve vetar.

 

Conquista
Com a aprovação da Lei Paulo Gustavo, os artistas do Amapá receberão investimento de cerca de 30 milhões. #Conquista.

 

‘Vitória do Jarí’
Título da música do cantor e compositor paraense Jerry Santos, que morou naquela cidade durante 26 anos e gravou um disco em homenagem ao lugar.
“O teu povo, tua história estão presentes na memória. Vitória da floresta, do rio Jarí e da castanha. Vitória pulsa, Vitória canta, Vitória pro Amapá és grande herança…”.

 

Poeta
Jovem poeta amapaense Neto Romano, com belos textos deixa seu talento registrados em suas inúmeras poesias (Escritores AP – YouTube).
“Quero beijar o canto da sua boca e tocá-la com as pontas dos meus dedos/Silenciosamente para quê o mundo aplauda nossa forma de amor sem culpa…”.

 

Valorização
Jovem e talentosa cantora da Armênia, Arpi Alto gravou um dos maiores clássicos da música brasileira e mundial, Garota de Ipanema (Tom Jobim e Vinícius de Moraes). Uma bela interpretação. Veja em seu canal no YouTube.

 

Dudu Nobre dá um presente para os sambistas

Durante a disputa de sambas da Viradouro para o Carnaval 2008, uma obra despontou logo ao favoritismo. Assinada por Gusttavo Clarão e outros parceiros a composição, que não foi escolhida para o desfile, foi adaptada para virar o hino de exaltação da vermelha e branca de Niterói. É mais lembrada na quadra do que o hino oficial cantado naquele ano. A canção de melodia dolente abre o álbum ‘Samba de Exaltação’ de Dudu Nobre.
Dudu é o sambista que mais valoriza os artistas das escolas de samba. O cantor, que tem sambas-enredos vitoriosos na Unidos da Tijuca, Mocidade, Viradouro e até agremiações de São Paulo, apresenta no álbum um samba de exaltação de cada uma das escolas de samba do Grupo Especial e mais Estácio de Sá, Império Serrano e União da Ilha, ambas atualmente na Série Ouro. O projeto dá continuidade ao já popular ‘Dudu Nobre canta os maiores sambas-enredo de todos os tempos’.
O mérito maior de ‘Samba de Exaltação’ é mesclar clássicos amplamente difundidos, casos de ‘A Deusa da Passarela’, ‘Exaltação à Mangueira’, ‘Portela na Avenida’ e ‘Estrela de Madureira’ com obras que fogem do lugar comum ao retratar algumas agremiações. Esse é o caso por exemplo de ‘Cartão de Identidade’, hino da Mocidade. Cria de Padre Miguel, Dudu conseguiu homenagear sua casa indo além do já difundido ‘Salve a Mocidade’. Para celebrar as vizinhas Vila Isabel e Salgueiro, Dudu também apostou em exaltações pouco conhecidos do público fora da bolha carnavalesca, com ‘Sou da Vila Não Tem Jeito’ e ‘Torrão Amado’.
Embora todas as obras que constam no álbum sejam amplamente conhecidas pelo público frequentador de escolas de samba, o grande trunfo do projeto ‘Samba de Exaltação’ é tornar conhecidos os hinos de algumas agremiações que só eram possíveis ser ouvidos através de vídeos em quadras e ensaios de rua. Dudu ‘oficializou’ essas importantes obras que contam a história do carnaval das escolas de samba.

 

 

CARAVANA: uma caravana é um comboio de mercadores, viajantes, peregrinos, torcedores ou qualquer tipo de pessoa, que agrupam-se para percorrer grandes distâncias, muitas vezes por motivo de segurança. Nos desertos, como o do Saara, são movidas por camelos ou dromedários.

 

Sim, eu tenho a cara do Saci
O sabor do tucumã
Tenho as asas do Curió
E namoro cunhantã

Nilson Chaves

 

Novela
Atriz paraense, Dira Paes é uma das protagonistas da nova versão da novela Pantanal, que vai ao ar em março, na Tv Globo, depois do Jornal Nacional. Artista que representa a Amazônia nesse projeto.

 

Glamour
Dia 19 de março vai acontecer o Concurso Soberana e Musa Diversidade do Carnaval 2022, na sede da AABB, a partir das 20h. Inscrições até esta sexta (25). Informações: 98148-7056.
A apresentação das candidatas vai acontecer no dia 1º de março, na Imagem Representação (av: Desidério Antônio Coelho – Santa Rita. Coordenação do produtor Ray Balieiro.

 

Carnaval
Por iniciativa da Associação Cultural Samba In Rio Amazonas, prefeitura de Macapá libera (com restrições) eventos carnavalescos particulares, no novo decreto do municipal. #Conquista.são candidatos

 

Eleição
Jocildo Lemos (presidente) e Rogério Furtado (vice) fazem parte da chapa ‘União e Compromisso, Carnaval Sempre’, inscrita para a eleição da Liesap, marcada para o dia 15 de março. Com o apoio das 10 escolas de samba, eles devem ser aclamados.

 

‘Tarumã das Estrelas’
Título de uma bela obra musical assinada pelo poetinha, Osmar Júnior, gravada por Amadeu Cavalcante e cantada em vários festivais pelo Brasil. “Ei madame, ei maninha, o meu tarumã foi pras estrelas, podendo vê-las lá do espaço sideral…”.

 

Juventude
Projeto Marabaixo da Juventude é formado por um grupo de jovens de vários bairros, ligados às comunidades negras e famílias tradicionais do Amapá.
Essa ‘garotada’ continua fortalecendo e perpetuando a cultura do povo tucuju. O Marabaixo.

 

‘Todas as Luas’
Título de um dos discos (CD) do cantor e compositor amapaense Nivito Guedes.
Uma ótima pedida pra ouvir em casa e “São Jusa” é uma das canções de destaque desse projeto. Aconselho.

 

Dia Estadual do Riso em homenagem a Cláudio Rendeiro

O Projeto de Lei que institui o Dia Estadual do Riso foi aprovado, nesta terça-feira (22), na Assembleia Legislativa do Pará.

 

Criado por iniciativa do mandato do Deputado Estadual Dirceu Tencaten (PT), o Dia Estadual do Riso visa homenagear o humorista paraense Cláudio Rendeiro, que deu vida ao personagem Epaminondas Gustavo, famoso por criar piadas que abordavam o universo da cultura e costumes paraenses.

 

O Dia Estadual do Riso será celebrado em 18 de janeiro e será denominado “Epaminondas Gustavo”. A data também celebra o dia internacional do riso e , por ironia do destino, foi também o dia em que faleceu o humorista, em 2021, vítima da Covid-19.

 

“O Dia Estadual do Riso, denominado Epaminondas Gustavo, é uma homenagem ao nosso saudoso juiz e comediante Cláudio Rendeiro, um paraense que muito fez pela nossa cultura”, disse o Dirceu Tencaten , em seu perfil do Instagram. (Ju Abe – https://pontodepauta.com/).

 

****************************************************************

Meu coração tropical
Amanheceu batucando por você
Eu não sou anormal
Aqui do outro lado do Brasil

Osmar Júnior

****************************************************************

 

Correndo atrás

Cantora amapaense, Mayara Braga continua correndo atrás de patrocínio para terminar a gravação de seu primeiro disco, “Negra da Luz’. Informações pelo 96 99972-2177. Vamos contribuir

 

‘A Rainha Perdida’

Título do livro da escritora carioca, Ana Cristina Melo. A obra retrata uma sociedade distópica na qual os moradores foram privados da liberdade em troca de comida e segurança. Acesse o site e saiba mais http://bit.ly/rainhaperdida.

 

“Música é Música”

Cantor e compositor acreano, Sérgio Souto dá um recado aos seus seguidores em seu grupo no Facebook. “Meus caros amigos, o prato principal do grupo é a música. Evitem publicar nada que não seja música e música”. Recado dado.

 

‘Cemitério’

“Tenho horror a hospitais, os frios corredores, as salas de espera, ante-salas da morte, mais ainda a cemitérios onde as flores perdem o viço, não há flor bonita em campo santo…”. (Poesia de Jorge Amado – do livro Navegação de Cabotagem).

 

Tambor

Cantor e compositor amapaense, Zé Miguel nos deu de presente mais uma bela obra musical, ‘Tam Tam do Tambor’.

“O Tam Tam do Tambor que não se cala, é testemunho vivo da história…”.

 

 ‘Tempos Remotos’

Título da primeira parceria musical do poeta Joãozinho Gomes com o músico e cantor Thiago K. A música está disponível em todas as plataformas digitais.

 

‘Tom nas Escolas’

O Instituto Antonio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro, disponibiliza o acervo do cantor e compositor com imagens, fotos e manuscritos. As obras do artista estão à disposição nas mídias digitais.

Sambódromo reformado e Sapucaí liberada para o espetáculo

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, participou da entrega das obras do Sambódromo da Marquês de Sapucaí. Além da troca do asfalto da pista dos desfiles, foi feita toda readequação pedida pelo Corpo de Bombeiros, além de impermeabilização de setores das arquibancadas. Após dez anos, a pista dos desfiles das escolas de samba foi totalmente recapeada. Foram aplicadas mais de 1.850 toneladas de massa asfáltica. Além disso, o número de caixas de ralo mais do que dobrou: dos 33 existentes, passou para 70.

 

“O Sambódromo, pela primeira vez, terá o certificado dos Bombeiros. Só de imaginar que passou tantos anos sem isso é um absurdo. A Sapucaí passou por uma reforma importante, com a recuperação da estrutura. Toda recuperação e fresagem da pista. Estamos trocando a iluminação, terá uma iluminação cênica. O Sambódromo está pronto. A partir de março começam os ensaios técnicos”, afirmou o prefeito.

 

A secretária de Conservação, Anna Laura Secco, explicou o trabalho realizado na pista dos desfiles. “A gente fez o asfalto novo da pista. Tiramos todo o asfalto antigo. Foram construídas mais caixas de ralo, fizemos melhoria na drenagem. As novas captações vão absorver e evitar que ela fique acumulada na pista”. (www.carnavalesco.com.br).

 

********************************************************

Quando eu te vi chegando, monera
Tão bonito que era
Eu vi o sol e a lua trazendo
As cores da primavera

Nilson Chaves

********************************************************

 

Eleição

A Liesap lançou o Edital para a  eleição da nova diretoria da instituição, triênio 2022/2025, marcada para o dia 15 de março na sede da FAF. As inscrições estão abertas até quinta (24) e podem ser feitas pelo email: liesap2020@gmail.com.

 

Candidatos

Até o momento nenhum candidato à eleição da Liesap tornou público o seu nome. As Inscrições de chapas estão abertas até quinta (24), pelo email: liesap2020@gmail.com.

 

Inesquecível

A banda britânica, The Beatles, até hoje é uma grande referência para todas as gerações. A nova geração, que não viu os quatro artistas em cena, ouve e reproduzem os seus sucessos musicais. #Inesquecível.

 

Agenda

Sábado (26) tem show musical com Jorginho do Cavaco e Nena Silva, no Restaurante Dallem, no Complexo Marlindo Serrano – Araxá, a partir das 14h. no repertório, samba, MPB e carnaval. #Agenda Aí.

 

‘Eu Sou da Amazônia’

Título da música do poetinha amapaense, Osmar Júnior, gravada pela cantora Dani Li e que é um sucesso. “Quando eu disser que estou partindo, você pode acreditar que o meu coração navega nos rios, que a minha canção voa por aqui…”.

 

‘Senhora Inspiração’

Título da nova música do cantor e compositor, Naldo Maranhão, já no repertório do próximo disco. “Te quero de manhã cheia de manha. Saindo à francesa ou chegando da Espanha…”.

 

‘Abaladora’

Título de uma música de Thamires Tannous, Marina Peralta e Makely Ka, em homenagem a todas as mulheres. “Eu sou a matriarca mãe, gaia na fogueira pagã. Uma cunha tchucarramãe, mulher que cuspiu a maçã…”.

A criatividade mora em casa

Com o isolamento social, provocado pela pandemia do novo Coronavírus, de certa forma obrigou os artistas a criarem alternativas de produzir suas obras em casa, literalmente.

Esses apaixonados pela arte e que sobrevivem dela, foram os primeiros a terem seus projetos interrompidos e, com certeza, serão os últimos a voltarem à cena, pois a maioria depende do público para apresentar seus trabalhos.

E foi aí que entrou em cena a criatividade de cada um, na produção de sua arte, que é o alimento de sua profissão no dia-dia, e que é impossível viver sem ela e longe dela. Os artistas jamais imaginavam que esse exercício caseiro iria ser aprovado pelo público que está acostumado a vê-los nos palcos das casas de shows, teatros, cinemas, exposições, bibliotecas, lançamentos diversos, etc. sempre com a presença do espectador que admira o seu fazer artístico. Estavam totalmente enganados, pois o aplauso veio imediatamente com um tempero de saudade, mas com verdade no fazer.

O artista e sua arte, que o público estava acostumado a ver de perto fisicamente, agora estão à disposição nas redes sociais e você pode vê-los em casa ou em qualquer lugar, através das modernas ferramentas, proporcionada pela internet, nas redes sociais. Uma viável e fácil comunicação de massa. Basta um clic no celular, no tablet, notebook, dentro do carro, etc. E pronto. Seja bem vindo ao mundo das Lives.

Então, mãos à obra e fiquem à vontade para criar no seu lar, explorando o dom da arte que você herdou de Deus, que o seu público está On Line com você, lhe aguardando em qualquer lugar. Pinte, cante, toque, escreva, dance, interprete, etc. A criatividade mora em casa, você também.

 

 

COMPOSITOR: É um profissional que escreve música. Normalmente o termo se refere a alguém que utiliza um sistema de notação musical que permita a sua execução por outros músicos. Em culturas ou gêneros musicais que não utilizem um sistema de notação, o termo compositor pode-se referir ao criador original da música.

 

Quem avistar o Amazonas nesse momento
E souber transbordar de tanto amor
Este terá entendido
O jeito de ser do povo daqui
Val Milhomem/Joãozinho Gomes

 

Ribeirinho
Projeto Ribeirinho retornou no Restaurante Amazonas, na orla em frente à cidade, todas as sextas, a partir das 20h. Poesia e música para todos. #Prestigie.

 

Voltando
Museu Sacaca retornou suas atividades e visitação pública. O espaço estava interditado desde janeiro devido o aumento da pandemia do Coronavírus. É um belo ambiente amazônico. #Visite.

 

Ciclo
As comunidades tradicionais do Laguinho, Favela e Campina Grande, que realizam o Ciclo do Marabaixo, já se organizam para celebrar o calendário de 2022 do tradicional evento.

 

Dança
Nesta segunda (21) o Núcleo Âmago de Dança iniciou sua agenda de atividades de 2022. As inscrições estão abertas na av: Gal Rondom – Laguinho, local da escola. Informações: 98137-3430.

 

Interrogação
Liesap gravou os sambas de enredo das 10 escolas, até aí tudo bem. Mas pra quê vai servir se a instituição não anuncia nenhum evento para lançar as obras?

 

Destaque
Já com 15 anos de carreira, o cantor Albe Matos, nascido em Almerim (PA) tem uma voz privilegiada que interpreta o fino da boa música popular brasileira. O artista reside em Santana, no Amapá, há 20 anos.

 

‘Choro Antigo’
Título da obra musical de Eudes Fraga em parceria com Gonzaga Blantez, gravada por Eudes. Mais uma bela canção para acalantar nossos ouvidos Parabéns.

 

Prefeitura RJ mostra que o carnaval carioca movimenta 4 bilhões

A Prefeitura do Rio de Janeiro divulga nesta sexta-feira, 18, um levantamento inédito que mostra que o carnaval carioca movimenta R$ 4 bilhões na economia da capital, o dobro do valor registrado dez anos antes. Os dados apresentados no “Relatório Carnaval de Dados”, feito em parceria com a secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, demonstram que a receita com ISS de serviços relacionados ao turismo é maior nos dias de folia do que em qualquer outra época do ano, chegando a R$ 25 milhões em fevereiro. A média mensal é de R$ 21 milhões.

 

Uma outra novidade é que a partir de agora será feito pelo poder público um mapeamento dos trabalhadores do setor, que dependem da festa. O programa é liderado pela secretaria municipal de Fazenda e Planejamento e coordenado pela Fundação João Goulart.

 

A proposta envolve a realização de um questionário que será apresentado a 43 mil profissionais das escolas de samba e blocos de rua, como aderecistas, ritmistas e ambulantes. Até o momento, o levantamento inicial já identificou 75 ocupações.

 

Além disso, a secretaria municipal de Esporte lança nesta sexa-feira o “Samba Pass”, projeto que oferece inicialmente 100 vagas para mestre-sala, porta-bandeira e integrantes de comissão de frente das escolas para realizarem atividades físicas na Vila Olímpica da Gamboa. (www.carnavalesco.com.br).

 

************************************************************************

Quando eu te vi chegando, monera
Tão bonito que era
Eu vi o sol e a lua trazendo
As cores da primavera

Nilson Chaves

************************************************************************

 

Novidade

Banda Negro de Nós já disponibilizou nas plataformas digitais as músicas do novo disco, ‘Negro de Todos Nós’. Os ritmos estão bem dançantes. Confere lá.

 

Direitos

Muitos artistas amapaenses não recebem seus direitos autorais arrecadados pelo Ecad, das obras musicais que tocam nas emissoras de rádio. As rádios pagam pra tocar.

 

Nada

Presidente da Amcap, músico Leonardo Trindade, informou no programa O Canto da Amazônia (Diário FM 90,9), na sexta (18), que a Instituição não recebe nenhum centavo do Ecad, dos direitos autorais, das obras que tocam nas emissoras de rádio.

 

Referência

Grupo Sambarte é a maior referência do samba autoral amapaense, com mais de 30 anos de carreira e vários discos gravados.

 

Decoração

Quem visita o Mercado Central, em Macapá, se delicia com as belas obras do artista plástico amapaense, Ralfe Braga, decorando o ambiente. Com o nosso jeito de ser.

 

‘Vem Me Namorar’

Título da música de trabalho de Lia Sophia que está em seu novo disco, ‘Eletrocarimbó, lançado recentemente. Já em todas as plataformas digitais.

 

‘A Rainha Perdida’

Título do livro da escritora carioca, Ana Cristina Melo. A obra retrata uma sociedade distópica na qual os moradores foram privados da liberdade em troca de comida e segurança. Acesse o site e saiba mais http://bit.ly/rainhaperdida.

Eu sou da Amazônia

O poetinha Osmar júnior conta como foi a inspiração para compor a música ‘Eu Sou da Amazônia’.
Uma história ocorreu comigo em uma viagem de barco.
O cidadão dizia ao telefone:
– Manda um beijo pro meu pai, mês que vem eu vou por aí.
– Com licença, eu disse. O senhor é caixeiro viajante? Perdão, não pude deixar de escutar o fim da sua conversa ao telefone. O senhor passa muito tempo longe de casa?
– Sim. Sou representante comercial de uma fábrica de alimentos; a minha área de trabalho são as localidades ribeirinhas; passo um bom tempo longe da família.
Estendemos o papo e assim a viagem foi agradável.
Olhei ao redor e vi rostos viajantes, viajantes de rio, viajantes da Amazônia. O barco motor do Norte chega aos festivais do interior, que são muitos, tocando alto um som de festa, um som que essa minha gente gosta.
Eu fiz ‘Os passa vida’ em parceria com o Rambôlde Campos, que foi um grande sucesso, gravada por Alcyr Guimarães, Lucinha Bastos e Sayonara, e também por Fafá de Belém.
‘Fiz coração tropical’, gravada por Amadeu Cavalcante.
Agora mando mais algumas dessas receitas de salão, através de Dani Li, uma cantora que vai dar o que falar. A voz poderosa, o ritmo, o carisma e uma mensagem vinda do fundo do coração de sua terra. A receita certa para fazer sucesso na região.
Às margens, o povo, a dança, esses caminhos de rio, essas cidadezinhas de interior, essas meninas da Amazônia me encantam, fazem compor. Quero ser nortista, quero ser habitante do coração dessa gente, dos capitães de barcos que são bons de alma. Eu sou da Amazônia. (Osmar Júnior)

 

 

COLIBRI: Colibri é um gênero de beija-flores que ocorre na América Central e do Sul. O grupo inclui quatro espécies, três das quais existentes no Brasil. Habitam zonas de floresta montanhosa. Os colibris são os únicos pássaros que podem voar para trás e para frente.

 

Quando eu te vi chegando, monera
Tão bonito que era
Eu vi o sol e a lua trazendo
As cores da primavera
Nilson Chaves

 

Alternativa
Com a não realização dos desfiles das escolas de samba em Macapá, Liesap e escolas poderiam realizar outros eventos como alternativas para não deixar o silêncio dominar a ausência.

 

Presente
Recebi do artista plástico amapaense, Ralfe Braga, um calendário de 2022 com pinturas de suas belas obras. Ralfe mora em Brasília, mas nunca esquece de suas raízes e dos amigos. Obrigado.

 

Organização
Piratas Estilizados é considerada, hoje, a escola mais organizada do carnaval amapaense. O ex presidente Diego Armando continua como diretor, ao lado dos novos gestores, Maurício Corrêa (pres.) e Flávio Picanço (vice).

 

‘Vigília’
Título da poema do escritor e compositor, Ricardo Iraguany, que tem um mundo de obras consolidadas no cenário amazônico.
“Vejo a noite passando vagarosa como em câmera lenta, enlouquecendo meu travesseiro que se contorce alheio em vigília vagando, introspecto, sem nexo aos olhos abertos…”.

 

‘Estrela do Norte’
Sábado (19) está agendado o lançamento do projeto 2022 da quadrilha junina Estrela do Norte, além da apresentação de novidades. Obrigado pelo convite.

 

‘Eu Sou da Amazônia’
Título da música do poetinha amapaense, Osmar Júnior, gravada pela cantora Dani Li e que é um sucesso.
“Quando eu disser que estou partindo, você pode acreditar que o meu coração navega nos rios, que a minha canção voa por aqui…”.

 

É hoje
Neste sábado (19) é o pré-lançamento do disco ‘Ai Vovó’, na Maloca da Tia Chiquinha, a partir das 19h. A noite cultural terá a participação de Brenda Melo, Grupo Sambarte, Raízes da Favela, Raízes do Bolão, Banda Negro de Nós, Finéias Nelluty e outras atrações.

Presidente da Imperatriz enaltece Rosa Magalhães

Presidente da Imperatriz para o triênio 2021-2024, Cátia Drumond é profunda conhecedora da administração de um barracão de escola de samba. Sempre nos bastidores, ela revelou que passou 27 anos com o pai, o ex-presidente Luizinho Drumond, que faleceu em 2020, colhendo ensinamentos sobre a preparação de um desfile.

 

Quem visita o barracão da Verde e Branco da Leopoldina percebe um novo momento, já visto no desfile campeão da Série A em 2020 e nas ações sociais e culturais durante a pandemia, principalmente, envolvendo a comunidade do Complexo do Alemão. Agora, Cátia Drumond garante que a Imperatriz fará a maior abertura da história do Grupo Especial do Rio de Janeiro, no dia 22 de abril.

 

“Tenho certeza que a Imperatriz vai fazer um grande desfile e vai ser a maior abertura de todos os carnavais. A gente merece, o povo merece, a gente está cansado de esperar esse carnaval e teremos um carnaval bonito, forte e mostrar que a Imperatriz é Imperatriz. Os desfiles vão ser a libertação, a celebração da vida e que vamos mostrar acima de tudo com todos os contratempos de 2020 até 2022 o carnaval é importante, o sambista é importante”, afirma.

 

Perguntada sobre o sentimento que irá sentir no momento do desfile da verde e branco, Cátia disse que será de emoção.

 

“Hoje, se for falar sinceramente, nem me vejo na Avenida. Acho que será uma emoção muito grande. Ao mesmo tempo, sei da minha responsabilidade e tenho que estar ali forte. A única escola que tem uma mulher presidente e uma mulher carnavalesca, Rosa Magalhães. Acima de tudo estou representando meu pai e minha família. Vai ser difícil segurar as pernas, mas vou estar ali firme e forte”.(www.carnavalesco.com.br).

 

**********************************************************************

Seu boto dono das águas
Ensine-me a remar
Cortar essas marés de léguas
Cavalgar feito égua

Annie Carvalho – poeta

**********************************************************************

 

Pintura

Artista plástico amapaense, Wagner Ribeiro está trabalhando eu seu novo projeto e em breve teremos novidades. Ele é o administrador da Galeria de Arte Samaúma, no Complexo Marlindo Serrano (Araxá).

 

Poesia

Poeta amapaense, Alcinéa Cavalcante lança, em abril, a segunda parte da obra ‘Poetas do Amapá, com obras de vários escritores. A primeira foi já disponível e a terceira agendada para junho. É um projeto com três livros. À venda no site amazon.com.br.

 

Gravando

Cantor gospel amapaense, Elson Summer está gravando, no estúdio Tarumã, mais uma obra de seu projeto autoral. O jovem artista promete lançamento em breve.

 

Nova geração

Muitos artistas da nova cena musical amapaense estão aparecendo com qualidade e tocando e cantando demais. Parabéns, à nova geração da arte tucuju.

 

Músico

Baterista amapaense, Paulinho Queiroga é uma grande referência nos quesitos qualidade e profissionalismo. O jovem músico instrumentista grava e toca em vários projetos. Parabéns.

 

‘Cheira Bem’

Título da nova música do cantor e compositor amapaense, Cley Lunna, que já se preparando pra gravar a bela obra.

 

‘Jaçanã’

Título do livro que reúne grandes nomes da poesia da Amazônia, assim como a amapaense Annie de Carvalho, poeta tucuju. ‘Jaçanã – Poética Sobre as Águas’.